Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28944
Title: Implementação do DOPS (Direct Observation Procedural Skills) como ferramenta de avaliação no Programa de Residência Médica em Anestesiologia do Hospital Unversitário Onofre Lopes (HUOL)
Authors: Sousa, Cynthia Cristina Bastia Vieira de
Keywords: Anestesiologia;Avaliação de desempenho;Competência clínica;Residência médica;Preceptoria;Ensino
Issue Date: 19-Aug-2019
Citation: SOUSA, Cynthia Cristina Bastia Vieira de. Implementação do DOPS (Direct Observation Procedural Skills) como ferramenta de avaliação no Programa de Residência Médica em Anestesiologia do Hospital Unversitário Onofre Lopes (HUOL). 2019. 51f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: O Programa de Residência Médica (PRM) constitui uma modalidade de ensino destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, caracterizada por treinamento em serviço, em regime de 60 horas semanais, funcionando em Instituições de saúde, universitárias ou não, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo reconhecida como a melhor forma de inserção de profissionais médicos na vida profissional, sob supervisão, e capacitação em uma especialidade. O objetivo desse estudo foi adequar a ferramenta avaliativa Direct Observation Procedural Skills (DOPS) no Programa de Residência Médica em Anestesiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) para avaliar de maneira mais integral o residente, baseando-se em competências, contribuindo juntamente com outras formas de avaliação para ampliar a visão sobre os avanços e fragilidades individuais dos mesmos. Foram desenvolvidas oficinas de capacitação dos Preceptores com métodos ativos de ensino-aprendizagem, entre estes vídeos com simulações dos cenários reais de trabalho na instituição seguido por reflexão e discussão em grupos, o que permitiu a padronização dos domínios considerados essenciais a serem avaliados pelo DOPS. Foram realizadas 39 avaliações envolvendo dez residentes (90%), sendo três do primeiro ano, três do segundo ano e quatro do terceiro ano. Apenas um residente não foi avaliado por motivo de afastamento temporário do PRM. A maioria dos residentes foi avaliada mais de uma vez, em diferentes procedimentos, tendo como resultado da avaliação o status “acima do esperado”. Fato interessante, foi a constatação pela ferramenta DOPS de mais fragilidades nos procedimentos de menor complexidade, provavelmente atribuída a uma percepção equivocada de já ter atingido as competências necessárias em tais procedimentos. As autoavaliações, em sua maioria, foram concordantes com as avaliações realizadas pelos preceptores, com mais reflexões e apontamentos a serem modificados pelos residentes avaliados. O processo de implementação do DOPS na residência de anestesiologia obteve sucesso, sendo o instrumento bem aceito e adequado à avaliação de procedimentos no referido programa.
Abstract: The Medical Residency Program (PRM) is a teaching modality for physicians, in the form of a specialization course, characterized by in-service training, on a 60-hour weekly basis, operating in health institutions, university or not, under the guidance from medical professionals of high ethical and professional qualifications, being recognized as the best way to insert medical professionals into professional life, under supervision, and training in a specialty. The appropriateness of the Direct Observation Procedural Skills (DOPS) assessment tool in the Anesthesiology Medical Residency Program of the Onofre Lopes University Hospital (HUOL) aims to more fully assess the resident, based on competencies, contributing along with other forms of assessment to broaden the vision of their individual advances and weaknesses. Preceptors training workshops were developed using active teaching-learning methods, among these videos with simulations of the real work scenarios in the institution followed by reflection and group discussion, which allowed the standardization of the domains considered essential to be evaluated by DOPS. There were 39 evaluations involving ten residents (91%), three of the first year, three of the second year and four of the third year. Only one resident was not assessed because of temporary withdrawal from PRM. Most residents were assessed more than once in different procedures, resulting in the “above-expected” status. Interestingly, the DOPS tool found more weaknesses in less complex procedures, probably attributed to a misperception of having already achieved the necessary skills in such procedures. Most self-assessments were in agreement with the assessments made by the preceptors, with more reflections and notes to be modified by the evaluated residents. The DOPS implementation process in the anesthesiology residency was successful, being the instrument well accepted and suitable for the evaluation of procedures in the referred program.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28944
Appears in Collections:MPEENSA - Mestrado Profissional em Ensino na Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ImplementacaoDOPS_Sousa_2019.pdf1,99 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.