Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21171
Title: Vernaculares: a casa de fazenda seridoense do século XIX como exemplo de adaptação ao clima semiárido
Other Titles: Vernacular: nineteenth century Seridó Potiguar’s cattle farms as example of adaptation to the semiarid climate
Authors: Borges, Ariane Magda
Keywords: Arquitetura vernacular;Fazendas de gado;Seridó;Tipologia;Desempenho térmico
Issue Date: 30-Apr-2015
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BORGES, Ariane Magda. Vernaculares: a casa de fazenda seridoense do século XIX como exemplo de adaptação ao clima semiárido. 2015. 127f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Centro De Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: As habitações rurais das fazendas de criar da microrregião do Seridó potiguar, construídas no século XIX, tornam-se referência pelo seu caráter vernacular, isto é, estas edificações, além de terem reconhecida relevância para a identidade da região, são adaptadas às condicionantes do lugar nos mais diversos aspectos (econômicos, culturais, construtivos, físicos, etc.), e consistem em espaços de proteção em relação às características hostis do clima semiárido. Levando em consideração a premissa supracitada, surge o seguinte questionamento: Que características das casas de fazendas de criar do século XIX do Seridó potiguar são preponderantes para que sejam espaços de proteção em relação ao clima semiárido? No intuito de responder à indagação, a presente pesquisa tem por objetivo identificar quais as particularidades das casas de fazenda do Seridó que contribuem para adaptabilidade destas edificações ao clima semiárido, como ambientes de proteção; e contribuir para ações de valorização do patrimônio arquitetônico em questão. Para tanto, foram adotados procedimentos divididos em duas etapas. Primeiro foram identificadas as características recorrentes nas edificações estudadas por meio de um estudo tipológico realizado a partir dos inventários existentes (DINIZ, 2008; FEIJÓ, 2002; IPHAN, 2012). Para a definição do tipo trabalhou-se com o conceito que mescla a tipologia analítica de Durand que identifica as semelhanças e diferenças para classificar edificações, tendo o caráter de levantamento histórico e de documentação arquitetônica, com a definição proposta por Argan (1963) de que a tipologia não é definida a priori, mas na dedução a partir de uma série de casos ilustrativos que tenham analogia formal e funcional entre si. Em seguida, trabalhou-se com uma amostra de cinco tipos diferentes entre si, definidos pela possibilidade de acesso ao interior das casas, proximidade a outros exemplares, bom estado de conservação e preservação. As fazendas contempladas foram: Pitombeiras, Agenus e Garrotes, no município de Acari; e no município de Caicó, Palma e Penedo. A segunda etapa consistiu no levantamento arquitetônico, registro fotográfico, modelagem tridimensional digital (visando a ampliação da documentação e registro existente); e no monitoramento térmico ao longo de aproximadamente um dia representativo em cinco casas de fazenda, relacionando o desempenho térmico das casas com suas características individuais. As variáveis escolhidas para análise do monitoramento se baseiam no modelo de conforto térmico adaptativo (SPAGNOLO e DE DEAR, 2003 apud NEGREIROS, 2010). As características das casas foram analisadas conforme o atendimento às estratégias de condicionamento térmico passivo recomendadas pela Norma NBR 15220 (ABNT, 2005), para a zona bioclimática 7 onde se inserem os municípios de Caicó e Acari. A análise das temperaturas operativas das casas revelou que durante mais de 90% das horas do dia os ambientes encontram-se dentro da faixa de conforto. Tendo sido o desempenho térmico melhor nas casas de fazenda que tiveram maior grau de atendimento às estratégias bioclimáticas recomendadas. Nos ambientes (normalmente a cozinha e cômodos de pés-direitos baixos, expostos à radiação Oeste) que ainda apresentaram horas de desconforto, o conforto térmico pode ser alcançado com movimentação de ar de aproximadamente 1,0 m/s.
Abstract: The farm’s rural dwellings of creation from the Seridó Potiguar microregion, built in the nineteenth century, became a reference by its vernacular character, i.e. these buildings, besides having recognized relevance to the identity of the region, they are adapted to the conditions of the place in many aspects (economic, cultural, construction, physical, et.) and consist in protective spaces in relation to hostile characteristics of Seridó’s climate. Considering the above premise, the following question arises: What characteristics of the nineteenth century Seridó Potiguar’s cattle farms are crucial for them to be a protective space in relation to the semiarid climate? In order to answer the question, this research aim to identify which particularities of the Seridó’s farmhouses that contribute to adaptability in these buildings to semiarid climate, as protection environments; and contribute to the stock valuation of the architectural heritage concerned. Therefore, procedures were adopted divided into two stages. Were first identified the recurring characteristics in the studied buildings, through typological study performed from existing inventories (DINIZ, 2008; FEIJÓ, 2002; IPHAN, 2012). To define the type it worked up with the concept that merges Durand’s analytical typology that identifies the similarities and differences to classify buildings, having the character of historical survey and architectural documentation, with the definition proposed by Argan (1963) that the type is not defined a priory, but the deduction from a number of illustrative cases which have formal and functional similarity with each other. Then worked up in a sample of five different types with each other, defined by the possibility of access to the interior of the houses, proximity to other copies, good state of conservation and preservation. The contemplated farms were: Pitombeiras, Agenus e Garrotes in Acari’s town, and the municipality of Caicó, Palma and Penedo. The second stage consists of the architectural survey, photographic record, digital three-dimensional modeling (aiming to expand the existing documentation and registration) and thermal monitoring over approximately a representative day in five farmhouses, relating the thermal performance of the houses with their individual characteristics. The selected variables for analysis monitoring are based on the thermal comfort adaptive model (SPAGNOLO and DE DEAR, 2003 apud NEGREIROS, 2010). The characteristics of the houses were analyzed as meeting the passive thermal conditioning strategies recommended by NBR 15220 (ABNT, 2005), for the bioclimatic zone 7 where the municipalities of Caicó and Acari are located. The house’s analysis of the operating temperatures revealed that 90% of the times of day the environments are within the comfort range. The farmhouses, which had a higher degree of compliance with recommended bioclimatic strategies, had the best thermal performance. In environments (usually the kitchen and rooms with low ceiling heights, exposed to west radiation) which still had discomfort hours, the thermal comfort can be reached with air movement approximately 1,0 m/s.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21171
Appears in Collections:PPGAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VernacularesCasaFazenda_Borges_2015.pdf11.99 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.