Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13186
Título: Hemiparesia congênita e adquirida na criança: interrelação entre presença de crises epilépticas, os achados eletrencefalográficos e de neuroimagem por ressonância nuclear magnética
Autor(es): Silva, Ana Maria da Câmara
Palavras-chave: Hemiparesia infantil;Crises epilépticas;EEG, RNM, Prognóstico;Child hemiparesis;Epileptic seizures;EEG;MRI;Prognosis
Data do documento: 19-Dez-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Ana Maria da Câmara. Hemiparesia congênita e adquirida na criança: interrelação entre presença de crises epilépticas, os achados eletrencefalográficos e de neuroimagem por ressonância nuclear magnética. 2007. 64 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: The purpose of this paper was to study patients with congenital and acquired hemiparesis, their clinical aspects, the presence or not of epileptic seizures, and electroencephalographic (EEG) and Magnetic Resonance Imaging (MRI) findings. We analyzed the interrelation between etiology, the presence and seriousness of epileptic seizures (ES) and the possible causes of refractoriness. This is a prospective study using the clinical diagnosis of a child neurologist, who attested to the presence of unilateral motor lesions. We compared the electroencephalographic findings in patients with or without epileptic seizures, and investigated if among the former, these seizures were controlled or not, their likely etiology and risks of refractoriness. EEG background activity on the lesion and contralateral side was analyzed, in addition to the presence of concomitant epileptiform activity. Encephalon MRIs of all the patients were studied to correlate etiology and the control or not of epileptic seizures. The disorganization of bilateral EEG activity correlated with the difficult-to-control epileptic seizures. Suitably organized background activity contralateral to the lesion is a good prognosis in relation to epileptic seizures. Focal epileptogenic activity does not necessarily predispose to epileptic manifestation. The MRI is more important in determining etiology than in prognosing epileptic seizures. This study used a multidisciplinary approach involving child neurologists, a physical therapist and a neuroradiologist. This meets the criteria of multidisciplinarity of the Postgraduate Program in Health Sciences
metadata.dc.description.resumo: O objetivo do nosso trabalho foi estudar pacientes com hemiparesia, congênitas e adquiridas, seus aspectos clínicos e epidemiológicos, a presença ou não de crises epilépticas e os achados eletrencefalográficos e de neuroimagem por Ressonância Nuclear Magnética. Tentando relacionar a etiologia à presença e gravidade de crises epilépticas e as possíveis causas de refratariedade. Trata-se de um estudo prospectivo a partir do diagnóstico clínico por um neurologista infantil que atestou a presença de lesão motora unilateral. Compararam-se os achados eletrencefalográficos em pacientes sem ou com crises epilépticas, e dentre esses últimos, se há ou não controle das crises, sua provável etiologia e riscos de refratariedade. Analisou-se a atividade de base do EEG do lado da lesão e contra lateral a esta, além da presença de atividade epileptiforme concomitante. Estudaram-se as RNM do encéfalo realizadas em todos os pacientes, tentando relacionar a etiologia e controle ou não de crises epilépticas. A desorganização da atividade de base bilateral no EEG correlacionou-se com crises epilépticas de difícil controle. A atividade de base adequadamente organizada contra lateral a lesão é de bom prognostico em relação às crises epilépticas. A atividade epileptogênica focal não necessariamente predispõe a manifestação epiléptica. A RNM é mais importante na determinação da etiologia do que no prognóstico das crises epilépticas. A realização deste estudo foi concretizada pela abordagem multidisciplinar, envolvendo neurologistas infantis, fisioterapeuta e neurorradiologista. Este aspecto preenche os requisitos de multidisciplinaridade do programa de pós-graduação em Ciências da Saúde
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13186
Aparece nas coleções:PPGCSA - Mestrado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnaMCS.pdf1,84 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.