Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13321
Título: Centro de Informação sobre Medicamentos - CIM: avaliação da informação prestada
Autor(es): Silva, Viviane do Nascimento e
Palavras-chave: Serviço de informação sobre medicamentos;Serviço de Informação;Drug information service;Information service;University hospital
Data do documento: 8-Dez-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Viviane do Nascimento e. Centro de Informação sobre Medicamentos - CIM: avaliação da informação prestada. 2010. 6 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: Providing information about medication, an essential function of pharmaceutical practice to ensure rational drug use, is an important activity of hospital pharmacy services. The Drug Information Center of Onofre Lopes University Hospital (DIC-HUOL) initiated its activities in 1979 with the first Clinical Pharmacy Service in Brazil. The aim of this study was to assess information provided by DIC-HUOL, describing the profile of passive information offered by the center. A retrospective cross-sectional study was conducted to identify the profile of information requests (IR). One hundred percent of the IR received by the DIC between January 2008 and December 2009 were used. The results were divided by year to determine the influence of the restructuring process that occurred in 2008 and 2009. The study at DIC-HUOL showed a mean of 5.5 IR/month in 2008 and 20.3 IR/month in 2009; the mean of the last year is comparable to that of other Brazilian DIC. Most of the IR were made by medical residents (22.7%) in 2008 and by pharmacists (32.5%) in 2009. The significant use of the DIC by medical residents may be due to its location in a university hospital. The most recurrent types of IR concerned issues related to pathway/mode of administration (16.8%) and drug stability (13.1%) in 2008 and 2009, respectively. Requests were made verbally in 100% of the cases in 2008 and 78.8% in 2009, owing to the fact that most of the DIC users were professionals from the hospital itself. Time elapsed between request and response was not reported in 83.3% and 21.3% of the cases in 2008 and 2009, respectively. The most widely used bibliographic source during the two years was MICROMEDEX®, with 41.9% and 39.2%, respectively. The restructuring process had a positive influence on the DIC-HUOL, exhibiting similar parameters to those of other Brazilian DIC, but some of these parameters must be improved to achieve international standards
metadata.dc.description.resumo: Fornecer informação sobre medicamentos é uma função essencial da prática farmacêutica para garantir o uso racional de medicamentos e constitui uma atividade essencial dos serviços de farmácia hospitalar. O Centro de Informações sobre Medicamentos do Hospital Universitário Onofre Lopes (CIM-HUOL) iniciou suas atividades em 1979 através do serviço de Farmácia Clínica do hospital, sendo o primeiro CIM do Brasil. O objetivo desse trabalho foi avaliar as informações prestadas pelo CIM-HUOL, com a descrição do perfil das informações passivas oferecidas pelo referido centro. Foi realizado um estudo transversal retrospectivo para identificação do perfil das solicitações de informações. Foram utilizadas 100% das solicitações de informações (SI) feitas ao CIM, no período de janeiro de 2008 a dezembro de 2009. Os resultados foram divididos por ano para se verificar a influência do processo de reestruturação que se deu entre o ano de 2008 e 2009. O estudo no CIM-HUOL mostrou uma media de 5,5 SI/mês em 2008 e 20,3 SI/mês em 2009; a média do último ano é comparável à média de outros CIM brasileiros. A maioria das SI foram solicitadas por médicos residentes (22,7%) em 2008 e por farmacêuticos (32,5%) em 2009. A expressiva utilização do CIM por médicos residentes pode ser atribuída à localização do centro em um hospital universitário. Os tipos mais recorrentes de SI foram sobre temas relacionados à via/modo de administração (16,8%), em 2008 e estabilidade de medicamentos (13,1%), em 2009. O modo de recebimento das solicitações foi verbal em 100% das vezes, em 2008 e 78,8%, em 2009, podendo ser explicado pela maioria dos usuários do CIM serem profissionais do próprio hospital. O tempo para o envio da resposta não foi informado em 83,3%, em 2008 e em 21,3%, em 2009. A fonte bibliográfica mais utilizada nos dois anos de estudo foi o MICROMEDEX® com 41,9% e 39,2%, respectivamente. O processo de reestruturação causou uma influência positiva sobre o CIM-HUOL, este apresenta parâmetros semelhantes aos de outros CIM brasileiros, porém é necessário o aprimoramento de alguns desses parâmetros para alcançar padrões internacionais
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13321
Aparece nas coleções:PPGCSA - Mestrado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
VivianeNS_DISSERT.pdf218,41 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.