Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13661
Título: Vivendo do mar: tradição, memória e mudança na vida pesqueira de Pitangui-RN
Autor(es): Knox, Winifred
Palavras-chave: Mudança social;Pesca;História oral;Saber tradicional;Novas tecnologias;Meio ambiente;Etnografia;Social change;Fishery;Oral history: Local knowledge;New technologies;Environment;Ethnography
Data do documento: 22-Ago-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: KNOX, Winifred. Vivendo do mar: tradição, memória e mudança na vida pesqueira de Pitangui-RN. 2007. 229 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: This research focuses on the fishery activity, aligned to knowledge of past generations, and the transformation to those who depend on this activity for their livelihood, at the seashore community of Pitangui in Extremoz municipality, which lies 40 km away from Natal, seat of the state of Rio Grande do Norte. The intense modernization which has taking place during the last few years may be considered the result of a number of economic, social and cultural factors, as the introduction of new fishery technology. On the other hand, the present study seeks to show how this changing process happened, and to what extent those affected understand and evaluate this transformation. The methodology to carry out the ethnographic work was mainly adopted by qualitative methods and techniques - by participant observation, oral history, photography and the audiovisual records besides reference to data extracted under quantitative methods, as an important instrument of analyses. This induces a conclusion that the transformation of the community is a consequence of the globalized market, though still tied up to specific local relations. The emerging results are: the use of new fishery technology, and new ways of orientation and navigation; the opening to new jobs and occupational activity, the re-order of space s appropriation; changing sociability, larger access to consumer goods, besides bringing on some new conflicts land appropriation and the fishery and the protection of the environment. All this comprehended as a result of the movement of the local relations participating in the global spaces
metadata.dc.description.resumo: A pesquisa enfoca a atividade pesqueira marítima, os saberes tradicionais e a transformação experimentada pelos que dela vivem no distrito de Pitangui, município de Extremoz no estado do Rio Grande do Norte. O processo de transformação intenso observado nos últimos anos pode ser considerado como tendo sido impulsionado por um conjunto de fatores econômicos e socioculturais, como a introdução de novas tecnologias na pesca. Pretende-se investigar a forma processual das transformações, tendo como objetivo captar de que modo os pescadores e moradores de Pitangui percebem essas transformações. A pesquisa realizou-se mediante um trabalho etnográfico na comunidade, com o uso de metodologia e técnicas qualitativas - a observação participante, a história oral, o registro fotográfico e audiovisual , embora os dados fornecidos pelos métodos quantitativos também tenham sido considerados relevantes na análise. Procurou-se, através da memória coletiva, a reconstituição do modo de vida, trabalho e sociabilidade dos antigos pescadores, realizando-se também extenso levantamento da atual vida pesqueira. A observação e a análise conduziram aos seguintes resultados: a verificação da inserção paulatina da pesca no modelo capitalista de um mercado globalizado, embora mantendo-se algumas relações locais específicas; o uso de novas tecnologias náuticas na pesca e novas formas de processar o conhecimento de orientação e navegação marítima; o surgimento de novas ocupações e formas de trabalho; a reordenação do habitus na relação espaço-tempo e nas formas de apropriação espacial; o desalojamento dos pescadores da beira-mar e o re-alojamento das suas moradias agora para longe da beira-mar; o surgimento de novas relações de sociabilidade; uma sensação de conforto material, resultado de uma melhoria no acesso ao consumo de bens.E ainda: o surgimento de novos conflitos, como os fundiários, e aqueles referentes à pesca e ao meio ambiente. Todas essas transformações são avaliadas como frutos do movimento de inserção e participação cada vez mais crescente das relações sociais locais em espaços globais
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13661
Aparece nas coleções:PPGCS - Doutorado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
WinifredK_TESE.pdf6,77 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.