Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13740
Título: Responsabilidade social empresarial: percepções e práticas do empresariado salineiro do Rio Grande do Norte.
Título(s) alternativo(s): Practicies and perceptions of salt entrepreneurship in Rio Grande do Norte
Autor(es): Oliveira, Carla Montefusco de
Palavras-chave: Responsabilidade social empresarial;Indústria salineira do Rio Grande do Norte;Relação empresa/sociedade;Corporate social responsibility;Rio Grande do Norte Salt Industry;Company/ society relation
Data do documento: 10-Ago-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: OLIVEIRA, Carla Montefusco de. Practicies and perceptions of salt entrepreneurship in Rio Grande do Norte. 2010. 242 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The debate around the thematic of Corporate Social Responsibility - CSR involves economic, social, cultural and symbolic aspects in the relations established between company and society. In Brazilian reality, the CSR, understood as enterprise actions, external and/or internal, that contributes to social and ambient improvement, gains greater visibility in 1990 decade. Although the significant increase of theoretical productions about CSR pertinent elements, it is still scarce the studies that treats about the relation company/society in the northeastern reality, and singularly, in Rio Grande do Norte. It was in this perspective, that, in being the salt industry one of most important in the potiguar economic history formation , the present work investigated practicies and perceptions of salt entrepreneurship about CSR. Considering all the Rio Grande do Norte salt industry history phases, since the period of the Brazil s settling, as well as the characteristics of the study object, was opted to the qualitative research, objectified in interviews half-structuralized realized with the salt segment entrepreneurs, as well as professionals of ambient management and human resources working in potiguar salt segment. The research main results indicated a coexistence between the mechanisms of management seated on personal and paternalists relations, typical of traditional salt industry, and the emergency of innovative elements typical of the modern management, like the CSR. In this context, a tension between continuity and rupture with the traditional mechanisms of management in salt entrepreneurship actions
metadata.dc.description.resumo: O debate em torno da temática da Responsabilidade Social Empresarial RSE envolve aspectos econômicos, sociais, culturais e simbólicos presentes nas relações estabelecidas entre empresa e sociedade. Na especificidade da realidade brasileira, a RSE, compreendida como ações empresariais, de caráter externo e/ou interno, que contribuem para os processos de melhoria social e ambiental, ganha maior visibilidade a partir da década de 1990. Apesar do significativo aumento de produções teóricas que tratam dos elementos pertinentes à RSE, ainda são escassos os estudos que tratam da relação empresa/sociedade na realidade nordestina e, mais singularmente, no Rio Grande do Norte. Foi nessa perspectiva que, em sendo a indústria salineira uma das mais importantes na história da formação econômica potiguar, o presente trabalho investigou as percepções e as práticas do empresariado salineiro acerca da RSE. Considerando todas as fases sócio-históricas pelas quais passou a indústria salineira do Rio Grande do Norte desde o período da colonização do Brasil, bem como as características do objeto de estudo proposto, optou-se pela pesquisa de cunho qualitativo, consubstanciada em entrevistas semi-estruturadas, realizadas junto aos empresários do segmento, bem como profissionais de gestão ambiental e recursos humanos também vinculados ao ramo salineiro potiguar. Os resultados principais da pesquisa indicaram uma convivência entre os mecanismos de gestão assentados sobre relações personalistas e paternalistas, típicas da indústria do sal tradicional, e a emergência de elementos inovadores, característicos da denominada gestão modera, dentre eles, a RSE. Configura-se, pois, nesse contexto, uma tensão entre apego e ruptura diante dos mecanismos tradicionais de gestão constituintes do fazer empresarial salineiro
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13740
Aparece nas coleções:PPGCS - Doutorado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarlaMO_TESE.pdf2,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.