Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13762
Título: O som do silêncio :a angústia social que encobre o luto : um estudo sobre isolamento e sociabilidade entre enlutados do cemitério Morada da Paz (Natal/RN)
Autor(es): Freire, Milena Carvalho B.
Palavras-chave: Luto;Sociabilidade;Isolamento;Cemitério;Emoção;Mourning;Sociability;Social isolation;Cemetery;emotion
Data do documento: 22-Mar-2005
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FREIRE, Milena Carvalho B.. O som do silêncio :a angústia social que encobre o luto : um estudo sobre isolamento e sociabilidade entre enlutados do cemitério Morada da Paz (Natal/RN). 2005. 144 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2005.
Resumo: Nowadays, the act of mourning configures as a circumstance of isolation and social anguish due to the impossibility to express the pain by those who suffer the loss of a dear one. At the same time, the symbolic relations established between society and the cemetery contains interpretations about death, pain and fear which confer to the visits a special and individual feature. In this context, this dissertation tries to analyse the formation of a sociability observed among visitors of the Morada da Paz a private cemetery located in Natal/RN as well as the frequency of the visitors to the necropolis. Therefore, the research was accomplished from the observation of the existent relations among these actors whose meetings have procured links based on the experiences´ exchange about pain and bereavement. In this sense, this study tries to analyse, as its principal point, in which way the Morada da Paz space and the relations established there are being appropriate by the visitors in their mourning process, trying to understand what are the role of these bond in the elaboration of the loss for these people
metadata.dc.description.resumo: O estar enlutado, nos dias atuais, configura-se como uma circunstância de isolamento e angústia social devido à impossibilidade de exposição da dor por parte dos indivíduos que sofrem uma perda. Ao mesmo tempo, a relação simbólica instituída entre a sociedade e o cemitério abrange interpretações sobre a morte, a dor e o medo conferindo às visitas ao espaço um caráter especial e individual. Diante deste contexto, esta dissertação busca analisar a formação de uma sociabilidade observada entre visitantes do Morada da Paz - cemitério particular localizado em Natal/RN -, bem como a freqüência assídua destes sujeitos à necrópole. Assim, a pesquisa transcorre a partir da observação das relações existentes entre estes atores sociais - cujos encontros têm proporcionado laços baseados na troca de experiências sobre a dor do luto. Desse modo, este estudo pretende analisar, como ponto principal, de que maneira o espaço do Morada da Paz e as relações lá instituídas estão sendo apropriados pelos visitantes em seu processo de luto, buscando compreender qual o papel destes vínculos na elaboração da perda para estes sujeitos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13762
Aparece nas coleções:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MilenaC.pdf771,76 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.