Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13869
Título: Dispersões sólidas de sinvastatina: preparação, caracterização, no estado sólido utilizando técnicas emergentes e estudo de estabilidade
Dispersões sólidas de sinvastatina: preparação, caracterização, no estado sólido utilizando técnicas emergentes e estudo de estabilidade
Autor(es): Vargas, Mara Rúbia Winter de
Palavras-chave: Sinvastatina. Dispersões sólidas. Solubilidade. Espectroscopia de imagem. Quimiometria. Refinamento Rietveld;Simvastatin. Solid dispersions. Solubility. Imaging spectroscopy. Chemometric. Rietveld refinement
Data do documento: 29-Mai-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: VARGAS, Mara Rúbia Winter de. Dispersões sólidas de sinvastatina: preparação, caracterização, no estado sólido utilizando técnicas emergentes e estudo de estabilidade. 2014. 124 f. Tese (Doutorado em Inovação Tecnológica em Medicamentos) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: This thesis aimed to assess the increase in solubility of simvastatin (SINV) with solid dispersions using techniques such as kneading (MA), co-solvent evaporation (ES), melting carrier (FC) and spray dryer (SD). Soluplus (SOL), PEG 6000 (PEG), PVP K-30 (PVP) e sodium lauryl sulphate (LSS) were used as carriers. The solid dispersions containing PEG [PEG-2(SD)], Soluplus [SOL-2(MA)] and sodium lauryl sulphate [LSS-2(ES)] were presented with a greater increase in solubility (5.02, 5.60 and 5.43 times respectively); analyses by ANOVA between the three groups did not present significant difference (p<0.05). In the phase solubility study, the calculation of the Gibbs free energy (&#916;G) revealed that the spontaneity of solubilisation of SINV occurred in the order SOL>PEG >PVP 75%>LSS, always 80%. The phase diagrams of PEG and LSS presented solubilization stoichiometry of type 1:1 (type AL). The diagrams with PVP and SOL tend to 1:2 stoichiometry (type AL + AP). The stability coefficients (Ks) of the phase diagrams revealed that the most stable reactions occurred with LSS and PVP. The solid dispersions were characterized by Fourier transform infrared (FTIR), differential scanning calorimetry (DSC), scanning electron microscopy (SEM), particle size distribution (PSD), near-infrared spectroscopy imaging (NIR-CI) and X-ray diffraction of the powder using the Topas software (PDRX-TOPAS). The solid dispersion PEG-2(SD) presented the greatest homogeneity and the lowest degree of crystallinity (18.2%). The accelerated stability study revealed that the solid dispersions are less stable than SINV, with PEG-2(SD) being the least stable, confirmed by FTIR and DSC. The analyses by PDRX-TOPAS revealed the amorphous character of the dispersions and the mechanism of increasing solubility
metadata.dc.description.resumo: Esta tese teve como objetivo avaliar o aumento de solubilidade da sinvastatina (SINV) através de dispersões sólidas utilizando as técnicas de malaxagem (MA), evaporação com co- solvente (ES), fusão com carreador (FC) e secagem por spray dryer (SD). Foram utilizados os carreadores Soluplus (SOL), PEG 6000 (PEG), PVP K-30 (PVP) e lauril sulfato de sódio (LSS). As dispersões sólidas contendo PEG [PEG-2(SD)], Soluplus [SOL-2(MA)] e lauril sulfato de sódio [LSS-2(ES)] apresentaram maior aumento de solubilidade (5,02; 5,60 e 5,43 vezes, respectivamente); a análise por ANOVA entre os três grupos não demonstrou diferença significativa (p<0,05). No estudo de solubilidade de fases, o cálculo da energia livre de Gibbs (&#916;G) revelou que a espontaneidade de solubilização da SINV ocorreu na ordem SOL>PEG >PVP 75%>LSS, sempre a 80%. Os diagramas de fases de PEG e LSS apresentaram estequiometria de solubilização 1:1 (tipo AL). Os diagramas de PVP e SOL possuem uma tendência a estequiometria 1:2 (tipo AL + AP). Os valores de coeficiente de estabilidade (Ks) dos diagramas de fases revelaram que as reações mais estáveis ocorreram com LSS e PVP. As dispersões sólidas foram caracterizadas através de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), calorimetria exploratória diferencial (DSC), microscopia eletrônica de varredura (MEV), distribuição de tamanho de partícula (DTP), espectroscopia de imagem no infravermelho próximo (NIR-CI) e difratometria de raios X do Pó utilizando o software Topas (PDRX-TOPAS). A dispersão sólida PEG-2(SD) apresentou a maior homogeneidade e o menor grau de cristalinidade (18,2%). O estudo de estabilidade revelou que as dispersões sólidas são menos estáveis que SINV, sendo PEG-2(SD) a de menor estabilidade, confirmada por FTIR e DSC. As análises por PDRX-TOPAS revelaram a cristalinidade das dispersões e o mecanismo de aumento de solubilidade
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13869
Aparece nas coleções:PPGDITM - Doutorado em Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Medicamentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MaraRWV_TESE.pdf3,46 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.