Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14273
Título: O percurso da ressignificação de si : do esporte à formação do professor de dança
Autor(es): Luna, Sávio Jordan Azevedo de
Palavras-chave: Ressignificação do corpo;Corporeidade;Dança;Subjetividade;Formação docente;New evaluation of the body;Corporal aspect;Dance;Subject aspect;Teaching formation
Data do documento: 23-Abr-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LUNA, Sávio Jordan Azevedo de. O percurso da ressignificação de si : do esporte à formação do professor de dança. 2008. 198 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: The present work is characterized as a research-formation study. The author analyses his trajectory as dance professor, observing processes of transition in the perception of the body: from the mechanical body to the sensitive body. He tries to outstand this new meaning of the body and the dance teaching and artistic experience as the matter that instructs itself. This research puts together the experience of two teachers, one of them as student (researcher), while the other, as master and professor (collaborator) and intends to comprehend how this new meaning of the body was brought to each one s life, motivated by the dance. It is used the self biographic method and the research-formation methodology to analyze and identify common points between their self formation processes. The researcher and collaborator life narratives as well as a partially structured interview with the collaborator were used as investigation source. The analysis followed the models suggested by Schütze (1977), presented by Bauer and Jovchelovitch (2004), guided by the five pillars of the study: the Subject aspect, as guiding point for the analysis; Corporal aspect, as component and integrant element of an individual and of the dance; the Dance while seen as forming and guiding practice for the individuals researched; the Complexity aspect; and finally the Instructor and Professional Formation, emphasizing the self formation process. The results showed how the dance has changed their perception of their own bodies and the whole corporal aspect, leading to subject-actor body point of view, and no longer from a strictly mechanic perspective. The teaching trajectory was defined by the new evaluation of the body through the Dance bringing the individuals researched to a dialogical-reflexive teaching practice that motivates self consciousness, humanization and automatization, in the context of their background experiences and the environment they act
metadata.dc.description.resumo: A dissertação caracteriza-se como um trabalho de pesquisa-formação. O autor investiga o seu percurso de professor de dança, analisando processos de transição na percepção do corpo: do corpo mecânico ao corpo sensível. Nesse percurso, procura evidenciar o ressignificar do corpo e o experienciar artístico e docente da dança como fios condutores da investigação e da autoformação. A pesquisa entrelaça as histórias de vida de dois professores: a do pesquisador (enquanto aluno e profissional) e a do colaborador (enquanto mentor e professor), e busca compreender como se dá a ressignificação do corpo na história de vida profissional de cada um, motivado pelo encontro com a dança. Utiliza-se o método (auto) biográfico e se adota a metodologia da pesquisa-formação, para identificar e analisar o que aproxima os sujeitosatores da pesquisa no seu processo de (trans) formação profissional. Foram utilizadas como fonte de investigação as narrativas de vida do pesquisador e do colaborador e a transcrição de uma entrevista semi-estruturada, realizada com o colaborador. As análises seguiram as propostas sugeridas por Schütze (1977), apresentadas por Bauer e Jovchelovitch (2004) e apoiaram-se em cinco eixos norteadores da pesquisa: a subjetividade, que serviu de base à reflexão fundadora das análises; a corporeidade, tomada como elemento constituinte e integrador do indivíduo e da dança; a própria dança enquanto prática condutora e formadora dos sujeitos da pesquisa; a noção de complexidade e, finalmente, a formação profissional e docente, em que se destaca o processo de autoformação. Os resultados mostraram como a dança opera a ressignificação do corpo na vida dos sujeitos, sinalizando os momentos de passagem de uma concepção do corpo percebido num fazer-sentir mecânico para ser vivido como corpo sujeito/ator, no percurso que conduz os sujeitos à docência como profissionais reflexivos envolvidos na pesquisa. O fazer e o ser docente vão sendo (re) definidos ao longo das duas trajetórias analisadas. A reconceitualização do corpo se opera na medida em que a Dança estabelece os sujeitos da pesquisa numa práxis docente dialógico-reflexiva, propulsora da consciência de si, da humanização e autonomização, na sua história de vida, no meio em que vivem e convivem com a arte e a docência
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14273
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SavioJAL.pdf1,36 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.