Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14577
Título: A concepção de paisagem de professores de geografia em escolas do município de Parnamirim (RN)
Autor(es): Almeida, Alberto Alexandre Lima de
Palavras-chave: Concepção. Paisagem. Ensino de geografia;Conception. Landscape. Geography teaching
Data do documento: 16-Dez-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALMEIDA, Alberto Alexandre Lima de. A concepção de paisagem de professores de geografia em escolas do município de Parnamirim (RN). 2013. 116 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: This work is an exploratory study based on the principles of qualitative research aiming at the conception of landscape by Geography teachers in the city of Parnamirim (RN), as well as the pedagogical implications originated from such conceptions on the formation of students. In order to start our investigative process, we used, as theoretical and methodological reference, some principles of historical and dialectical materialism by Triviños (2007) and historical cultural approach of education by Freire (1987; 1996) e Vygotsky (1993; 2001; 2007), as well as the meaning of conception by Morin (1996) and Ferreira (2007) and the critical approach of geography by Moraes (2005), Santos (1988; 2004; 2006) and Silva (1989; 2010). Also, we used oral history as a research technique such as Moraes (2004), Bertaux (2010), Ferraroti (2010) and Nóvoa (2010) and semi-structured interviews as data collection tools. Our empirical reference is made of four teachers working in four different public schools in the city mentioned above, providing the needed data to start our research. The objective of such interviews is not the verification of the teachers‟ practice in class or outside them, but it highlights the transitoriness of the evidences mentioned in the research. Thus, we conclude that the conception of landscape mostly accepted by the teachers, once it is a process built along their lives and surrounded by their pedagogical practice, prioritizes the visual and morphological aspects and the sentimental livings related to the conception which is situated in a descriptive level of conception. Effectively, the pedagogical implications of these conceptions at school point to a materialization of geography teaching centered on the non-critical reproduction of school subjects which very little instigate the learners to process, via dialogicity, the re-significations of their essential and multiple attributes despite the several attempts and possibilities of some theoretical and methodological renovations on the application of geographical knowledge about landscape, expressed on the report of the interviewees
metadata.dc.description.resumo: Esse trabalho define-se como um estudo exploratório ancorado nos princípios da pesquisa qualitativa cujo objeto de estudo versa sobre a concepção de paisagem de professores de Geografia do município de Parnamirim (RN) e as implicações pedagógicas advindas dessa concepção na formação do educando. Para desencadearmos o nosso processo investigativo utilizamos como referencial teórico-metodológico as contribuições de alguns princípios do materialismo histórico e dialético de Triviños (2007) e da abordagem histórico-cultural da educação de Freire (1987; 1996) e Vygotsky (1993; 2001; 2007), bem como recorremos ao significado de concepção segundo Morin (1996) e Ferreira (2007) e à abordagem crítica da Geografia em Moraes (2005), Santos (1988; 2004; 2006) e Silva (1989; 2010). Além disso, fizemos uso da história oral como técnica de pesquisa, de acordo com Moraes (2004), Bertaux (2010), Ferraroti ( 2010) e Nóvoa ( 2010) e da entrevista semiestruturada como procedimento de coleta de dados. A nossa referência empírica constituiu-se de quatro professores lotados em quatro escolas da rede pública do referido município, os quais, através de depoimentos concedidos no próprio local de trabalho, forneceram os dados necessários à execução dessa pesquisa, não se configurando como objetivo do estudo a verificação na prática de sala de aula e fora dela dos dizeres dos partícipes, o que ressalta a transitoriedade das evidências ressaltadas na pesquisa. Desse modo, constatamos que a concepção de paisagem predominante entre os professores, processo permeado pelo seu fazer pedagógico e construído ao longo de suas vidas, prioriza os aspectos visíveis e morfológicos e as vivências sentimentais relacionadas ao referido conceito, o qual se situa em nível descritivo de concepção. Com efeito, as implicações pedagógicas da aplicação dessas concepções no lugar escola apontam uma materialização do ensino de Geografia centrada na reprodução acrítica de conteúdos escolares, que pouco instiga os educandos a processarem, por meio da dialogicidade, as ressignificações dos seus atributos múltiplos e essenciais, apesar das tentativas e possibilidades de algumas renovações teórico-metodológicas na aplicação dos conhecimentos geográficos sobre paisagem expressas nos depoimentos dos partícipes
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14577
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AlbertoALA_DISSERT.pdf851,16 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.