Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15556
Título: Efeito da introdução de resíduo de cinza de forno cerâmico em massa para cerâmica estrutural
Autor(es): Lucena, Maurílio de Medeiros
Palavras-chave: Cerâmica estrutural;Resíduo;Cinza de forno.;Structural ceramics;Residue;Oven ash
Data do documento: 15-Out-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LUCENA, Maurílio de Medeiros. Efeito da introdução de resíduo de cinza de forno cerâmico em massa para cerâmica estrutural. 2008. 85 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: The red ceramics and structural ceramics, as they are known, include ceramic materials made by blocks of seals and structures, bricks, tiles, smail flagstones manacles, rustic floors and ornamental materials. Their fabrication uses raw material such as clay and clay sites, with some content of impurity. It has good durability and mechanical strength to compression, low cost, making it one of the mainly used materials in civil engineering. The incorporation of many industrial activities residue to ceramic products is a technological alternative for reducing the environmental impact caused by its carefree disposal. This incorporation can promote chemical change and inertness of metals from residue, by fixation in the glassy phase of ceramic during the burning stage. The main aim of this project is to study the technical feasibility of the addition of ceramic oven ash into formulations of mass for structural ceramics. In this project two kinds of clay (plastic and non-plastic) were used, as well as the ash from firewood used in the process of burning of structural ceramics. A group of experiments was outlined, which permitted the evaluation of the influence of the burning cycle in different temperatures of the ash content in formulations for ceramic blocks through technological properties, mechanical behavior and microstructure. Five samples were processed of each one of the masses of plastic and non-plastic clay without addition of ash and with addition of ash on the percentages of 10 % and 20 %, for temperatures of 850 °C, 950 °C, 1050 °C and 1150 °C, obtained through sinterization process. Among the studied compositions, the one which presented best performance was the mass of clay with 10 % of ash, at temperature of 1150 °C, with the smallest absorption of water, the smallest apparent porosity, specific apparent mass a bit over the others and greatest mechanical resistance to flexion. The composition made confirmed the technical feasibility of the use of ash in the mass for structural ceramics with maintenance of its necessary characteristics for its purposes
metadata.dc.description.resumo: A cerâmica vermelha ou estrutural, como é conhecida, compreende os materiais cerâmicos formados por blocos de vedações e estruturais, tijolos, telhas, lajotas, manilhas, pisos rústicos e materiais ornamentais. Sua fabricação utiliza matérias-primas como argilas e siltes argilosos, com certo teor de impurezas. Possui boa durabilidade e resistência mecânica à compressão, baixo custo, o que a torna um dos principais materiais utilizados na construção civil. A incorporação de resíduos de diversas atividades industriais em produtos de cerâmica estrutural é uma alternativa tecnológica para reduzir o impacto ambiental causado por sua disposição indiscriminada. Esta incorporação pode promover a troca química e a inertização de metais, provenientes do resíduo, por fixação na fase vítrea da cerâmica durante o estágio de queima. O trabalho em questão tem como objetivo principal estudar a viabilidade técnica de adição de cinza de alto forno cerâmico em formulações de massa para cerâmica estrutural. Neste trabalho foram utilizadas duas argilas (plástica e não-plástica), assim como a cinza provinda da lenha utilizada no processo de queima de cerâmica estrutural. Delineou-se um conjunto de experimentos que permitiram avaliar a influência do ciclo de temperatura de queima em temperaturas diferentes do teor de cinzas em formulações para blocos cerâmicos através das propriedades tecnológicas, comportamento mecânico e microestrutura. Foram processadas cinco amostras de cada uma das massas de argila plástica e não plástica sem adição de cinza e com adição de cinza nos percentuais de 10 % e 20 %, para temperaturas de 850 0C, 950 0C, 1050 0C e 1150 0C, tendo sido obtidas através do processo de sinterização. Das composições estudadas com cinza, a que apresentou melhor desempenho foi a massa de argilas com 10 % de cinza, na temperatura de 1150 °C, com a menor absorção de água, menor porosidade aparente, massa específica aparente pouco acima das outras e maior resistência mecânica à flexão. A composição efetuada comprovou a viabilidade técnica da utilização de cinza na massa para cerâmica estrutural, com manutenção das suas características necessárias para os fins a que se destinam
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15556
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MaurilioML.pdf1,37 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.