Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15630
Título: Desempenho mecânico de compósitos híbridos de fibras naturais e poliéster não saturado
Autor(es): Martins Neto, José Antônio
Palavras-chave: Fibra natural;Fibra vegetal;Curauá;Fibra de folha de abacaxi (PALF);Propriedades mecânicas;Compósitos híbridos;Natural fibre;vegetable fibre;Curauá;Pineapple leaf fibre (PALF);Mechanical properties;Hybrid composites
Data do documento: 30-Dez-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MARTINS NETO, José Antônio. Desempenho mecânico de compósitos híbridos de fibras naturais e poliéster não saturado. 2010. 89 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: With the objective to promote sustainable development, the fibres found in nature in abundance, which are biodegradable, of low cost in comparison to synthetic fibres are being used in the manufacture of composites. The mechanical behavior of the curauá and pineapple leaf fibre (PALF) composites in different proportions, 25% x 75% (P1), 50% x 50% (P2) e 75% x 25% (P3) were respectively studied, being initially treated with a 2% aqueous solution of sodium hydroxide. Mechanical analyses indicated that with respect to studies of traction, for the combination of P1 and P3, better results of 22.17 MPa and 16.98 MPa, were obtained respectively, which are higher than that of the combination P2. The results of the same pattern were obtained for analysis of bending resistance where P1 is 1.21% and P3 represents 0.96%. In the case of resistance to bending, best results were obtained for the combination P1 at 49.07 MPa. However, when Young's modulus values were calculated, the values were different to the pattern of the results of other tests, where the combination P2 with the value of 4.06 GPa is greater than the other combinations. This shows that the PALF had a greater influence in relation to curauá fibre. The analysis of the results generally shows that in combinations of two vegetable fibers of cellulosic origin, the fiber which shows higher percentage (75%) is the best option than to the composition of 50%/50%. In the meantime, according to the results obtained in this study, in the case where the application should withstand bending loads, the better composition would be 50%/50%
metadata.dc.description.resumo: Com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável, as fibras encontradas em abundância na natureza, que são biodegradáveis e de baixo custo quando comparado com as fibras sintéticas, vem sendo utilizadas na aplicação de produção de compósitos. Neste trabalho foi analisado o comportamento mecânico à partir do ensaio de tração e flexão, em um compósito híbrido tendo como matriz uma resina sintética ortoftálica reforçada com fibras de curauá e fibras da folha de abacaxizeiro (PALF), nas proporções de 25% x 75% (P1), 50% x 50% (P2) e 75% x 25% (P3), respectivamente, com as fibras de curauá e as fibras da folha do abacaxizeiro sendo tratadas quimicamente por uma solução aquosa de hidróxido de sódio (NaOH) com 8% de concentração. As análises mecânicas indicaram que com relação aos estudos de tração, para a combinação P1 e P3, foram obtidas melhores resultados de 22,17 MPa e 16,98 MPa, respectivamente, que é maior que da outra combinação de P2. Os resultados do mesmo padrão foram obtidos para análise de flexão onde P1 é 1,21% e P3 de 0,96% que são maiores do que o resultado obtido da combinação P2. No caso de resistência à flexão, melhores resultados foram obtidos para a combinação P1 de 49,07 MPa. Mas, quando foi calculado o módulo de Young, os valores foram diferentes do padrão dos resultados dos outros testes realizados, com a combinação P2 com o valor de 4,06 GPa que é maior que das outras combinações. Isto mostra que as fibras PALF tiveram uma influência maior com relação à fibra de curauá. A análise dos resultados em geral demonstra que nas combinações de duas fibras vegetais celulósicas, uma ou a outra fibra com porcentagem maior (75%) é a melhor opção do que na composição de 50%/50%, entretanto no caso onde a aplicação será para suportar cargas de flexão, a melhor composição seria 50%/50%
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15630
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseAMN_DISSERT.pdf2,52 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.