Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15643
Título: Síntese de pigmentos cerâmicos inorgânicos nanométricos pela rota dos precursores poliméricos
Título(s) alternativo(s): Nano-Ceramic Inorganic Pigments Synthesis for Route Polymeric Precursors
Autor(es): Silva, Everlânia Maria da
Palavras-chave: Pigmentos cerâmicos;Pechini;Precursores poliméricos;Tratamentos térmicos;Ceramic pigment;Pechini;Polymeric precursors;heat treatments
Data do documento: 8-Fev-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Everlânia Maria da. Nano-Ceramic Inorganic Pigments Synthesis for Route Polymeric Precursors. 2011. 86 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: Considering the constant evolution of technology in growth and the need for production techniques in the ceramics area to move forward together, we sought in this study, the research and development of polymeric precursor method to obtain inorganic ceramic pigments. Method that provides quality to obtain the precursor powders of oxides and pigments at the same time, offers time and cost advantages, such as reproducibility, purity and low temperature heat treatment, control of stoichiometry. This work used chromium nitrate and iron nitrate as precursors. The synthesis is based on the dissolution of citric acid as a complexing agent, addition of metal oxides, such as ion chromophores; polymerization with ethylene glycol and doping with titanium oxide. Passing through precalcination, breakdown, thermal treatments at different temperatures of calcination (700 to 1100 oC), resulting in pigments: green for chromium oxide deposited on TiO2 (CrTiO3) and orange for iron oxide deposited on TiO2 ( FeTiO3). Noticing an increase of opacity with increasing temperature. Were performed thermal analysis (TG and ATD) in order to evaluate its thermodecomposition. The powders were also characterized by techniques such as XRD, revealing the formation of crystalline phases such as iron titanate (FeTiO3) and chrome titanate (CrTiO3), SEM, demonstrating formation of rounded particles for both oxides and Spectroscopy in the UV-Visible Region, verifying the potential variation and chromaticity os pigments. Thus, the synthesized oxides were within the requirements to be applied as pigments and shown to be possible to propose its use in ceramic materials
metadata.dc.description.resumo: Considerando a evolução tecnológica em constante crescimento e a necessidade de técnicas de produção na área de cerâmica que avancem em conjunto, buscou-se neste estudo, a pesquisa e desenvolvimento do método dos precursores poliméricos para obtenção de pigmentos cerâmicos inorgânicos. Método que proporciona qualidade a obtenção dos pós precursores dos óxidos pigmentantes e ao mesmo tempo, oferece vantagens de tempo e custo, como: reprodutibilidade, pureza, baixas temperaturas de tratamento térmico e controle de estequiometria. Neste trabalho foram utilizados nitrato de cromo e nitrato de ferro, como precursores. A síntese foi baseada na dissolução do ácido cítrico, como agente complexante; adição dos óxidos metálicos, como íons cromóforos; polimerização com etileno glicol e dopagem com óxido de titânio. Passando por pré-calcinação, desagregação, tratamentos térmicos em diferentes temperaturas de calcinação (700 a 1100 oC), resultando em pigmentos: verde para o ´oxido de cromo depositado sobre TiO2 (CrTiO3) e laranja para o ´ Oxido de Ferro depositado sobre TiO2 (FeTiO3). Percebendo-se aumento de sua opacidade com o aumento da temperatura. Foram feitas análises térmicas (TG e ATD), a fim de avaliar sua termo de composição. Os pós foram caracterizados também por técnicas como DRX, revelando-se a formação de fases cristalinas como Titanato de Ferro (FeTiO3) e Titanato de Cromo (CrTiO3); MEV, evidenciando-se formação de aglomerados de partículas ligeiramente hexagonais para ambos os ´oxidos e Espectroscopia na Região do UV-Visível, verificando a variação e o potencial de cromaticidade dos pigmentos. Desta forma, os óxidos sintetizados apresentaram-se dentro dos requisitos necessários para serem aplicados como pigmentos e mostra-se possível propor sua utilização em materiais cerâmicos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15643
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EverlaniaMS_DISSERT.pdf3,57 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.