Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15664
Título: Desenvolvimento de uma desfribadeira para obtenção da fibra da folha do abacaxi
Autor(es): Aquino, Marcos Silva de
Palavras-chave: Fibra da folha de abacaxi (PALF);Desfibradeira;Produtividade;Alimentação automática;Pineapple leaf fibre (PALF);Decorticator;Productivity;Automatic feeding
Data do documento: 19-Mai-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: AQUINO, Marcos Silva de. Desenvolvimento de uma desfribadeira para obtenção da fibra da folha do abacaxi. 2006. 105 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: In 1998 the first decorticator was developed in the Textile Engineering Laboratory and patented for the purpose of extracting fibres from pineapple leaves, with the financial help from CNPq and BNB. The objective of the present work was to develop an automatic decorticator different from the first one with a semiautomatic system of decortication with automatic feeding of the leaves and collection of the extracted fibres. The system is started through a command system that passes information to two engines, one for starting the beater cylinder and the other for the feeding of the leaves as well as the extraction of the decorticated fibres automatically. This in turn introduces the leaves between a knife and a beater cylinder with twenty blades (the previous one had only 8 blades). These blades are supported by equidistant flanges with a central transmission axis that would help in increasing the number of beatings of the leaves. In the present system the operator has to place the leaves on the rotating endless feeding belt and collect the extracted leaves that are being carried out through another endless belt. The pulp resulted form the extraction is collected in a tray through a collector. The feeding of the leaves as well as the extraction of the fibres is controlled automatically by varying the velocity of the cylinders. The semi-automatic decorticator basically composed of a chassis made out of iron bars (profile L) with 200cm length, 91 cm of height 68 cm of width. The decorticator weighs around 300Kg. It was observed that the increase in the number of blades from 8 to twenty in the beater cylinder reduced the turbulence inside the decorticator, which helped to improve the removal of the fibres without any problems as well as the quality of the fibres. From the studies carried out, from each leaf 2,8 to 4,5% of fibres can be extracted. This gives around 4 to 5 tons of fibres per hectare, which is more than that of cotton production per hectare. This quantity with no doubt could generate jobs to the people not only on the production of the fibres but also on their application in different areas
metadata.dc.description.resumo: No ano de 1998 foi patenteada uma desfibradeira que foi desenvolvida no laboratório de Engenharia Têxtil da UFRN, com objetivo de desfibrar a folha do abacaxi, com apoio do CNPq e BNB. O presente trabalho objetiva desenvolver uma desfibradeira automatizada com a mesma finalidade e se buscou a fabricação de uma nova desfibradeira com sistema semi-automático. A desfibradeira é acionada através de um quadro de comando, que passa informações para dois motores, um para acionamento do cilindro batedor e outro para os movimentos de alimentação das folhas e saída das fibras. A desfibradeira é composta de um sistema de alimentação automático, através de uma esteira sem fim, que desloca as folhas até os cilindros alimentadores, que introduz as mesmas, entre uma espera (faca) e um batedor rotativo de vinte palhetas (desfibradeira anterior só tinha 8 palhetas). Estas palhetas são apoiadas em três flanges eqüidistantes com um eixo central de transmissão possibilitando um maior numero de batidas na folha. Portanto o operador tem a função de colocar as folhas na esteira de alimentação e retirar as fibras que foram desfibradas, que estão na esteira de saída. A qualidade das fibras extraídas pode ser melhorada através do controle da velocidade de entrada das folhas bem como a velocidade de cilindro batedor. Além disso, há sistema de remoção de polpa numa bandeja separadamente. A desfibradeira foi confeccionada com um chassi em cantoneiras (perfis L ) tendo com dimensões básicas de comprimento de 200 cm, a altura de 91 cm e a largura de 68 cm. O peso total da desfibradeira é de 250 kg. A característica mais importante da máquina é um maior numero de batida e uma menor turbulência de ar dentro da máquina. Isso facilitou a melhoria da qualidade das fibras. Os estudos mostram que de cada folha pode ser extraído cerca de 2,8 a 4,5 % de fibras Assim sendo pode ser retirada cerca de 4 a 5 toneladas de fibras por hectare. Esta quantidade é bem maior do que a produção de algodão por hectare. Quando as fibras sendo empregadas no mercado podem gerar postos de trabalho e renda para população do campo bem como das suas aplicações
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15664
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarcosSA.pdf1,37 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.