Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15694
Título: Caracterização e análise das propriedades da fibra de Macambira (Bromelia Laciniosa)
Autor(es): Pimentel, Juliana Rangel de Morais
Palavras-chave: Macambira (Bromelia laciniosa). Fibras Lignocelulósicas. Caracterização;Macambira (Bromelia laciniosa). Lignocellulosic Fiber. Characterization
Data do documento: 27-Set-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: PIMENTEL, Juliana Rangel de Morais. Caracterização e análise das propriedades da fibra de Macambira (Bromelia Laciniosa). 2012. 54 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: Concern for the environment and the exploitation of natural resources has motivated the development of research in lignocellulosic materials, mainly from plant fibers. The major attraction of these materials include the fact that the fibers are biodegradable, they are a renewable natural resource, low cost and they usually produce less wear on equipment manufacturing when compared with synthetic fibers. Its applications are focused on the areas of technology, including automotive, aerospace, marine, civil, among others, due to the advantageous use in economic and ecological terms. Therefore, this study aims to characterize and analyze the properties of plant fiber macambira (bromelia laciniosa), which were obtained in the municipality of Ielmo Marino, in the state of Rio Grande do Norte, located in the region of the Wasteland Potiguar. The characterization of the fiber is given by SEM analysis, tensile test, TG, FTIR, chemical analysis, in addition to obtaining his title and density. The results showed that the extraction of the fibers, only 0.5% of the material is converted into fibers. The results for title and density were satisfactory when compared with other fibers of the same nature. Its structure is composed of microfibrils and its surface is roughened. The cross section has a non-uniform geometry, therefore, it is understood that its diameter is variable along the entire fiber. Values for tensile strength were lower than those of sisal fibers and curauá. The degradation temperature remained equivalent to the degradation temperatures of other vegetable fibers. In FTIR analysis showed that the heat treatment may be an alternative to making the fiber hydrophobic, since, at high temperature can remove the hemicellulose layer, responsible for moisture absorption. Its chemical constitution is endowed with elements of polar nature, so their moisture is around 8.5% which is equivalent to the percentage of moisture content of hydrophilic fibers. It can be concluded that the fiber macambira stands as an alternative materials from renewable sources and depending on the actual application and purpose, it may achieve satisfactory results
metadata.dc.description.resumo: A preocupação com o meio ambiente e com o aproveitamento de recursos naturais tem motivado o desenvolvimento de pesquisas na área de materiais lignocelulósicos, principalmente de fibras vegetais. Os grandes atrativos desses materiais incluem o fato das fibras serem biodegradáveis, serem um recurso natural renovável, terem geralmente baixo custo e produzirem menor desgaste nos equipamentos de fabricação quando comparadas com as fibras sintéticas. Suas aplicações estão voltadas para a área tecnológica, incluindo indústrias automotiva, aeroespacial, naval, civil entre outras, devido ao uso vantajoso em termos econômicos e ecológicos. Portanto, o presente trabalho tem como objetivo caracterizar e analisar as propriedades da fibra vegetal macambira (bromelia laciniosa), cuja foram obtidas no município de Ielmo Marinho, no estado do Rio Grande do Norte, situado na região do Agreste Potiguar. A caracterização da fibra se deu pelas análises de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), ensaio de tração, Termogravimetria (TG), Espectroscopia no Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR), análise química, além da obtenção de sua densidade linear. Os resultados mostraram que na extração das fibras, apenas 0,5% do material é convertido em fibras. Os resultados para densidade foram satisfatórios quando comparados com outras fibras de mesma natureza. Sua estrutura é constituída por microfibrilas e sua superfície é rugosa. A seção transversal não apresenta uma geometria uniforme, portanto, entende-se que seu diâmetro é variável ao longo de toda fibra. Os valores para resistência a tração foram inferiores aos de outras fibras lignocelulósicas. A temperatura de degradação permaneceu equivalente às temperaturas de degradação das demais fibras vegetais. Na análise de FTIR, mostrou-se que o tratamento térmico pode provocar um rompimento das moléculas. O percentual Regain confirmou-se em 8,5%. Pode-se concluir que a fibra de macambira destaca-se como mais uma alternativa dentre os materiais de fontes renováveis e dependendo da sua real aplicação e finalidade, a mesma pode alcançar resultados satisfatórios
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15694
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JulianaRMP_DISSERT.pdf1,67 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.