Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15768
Título: Aplicação de microemulsões na solubilização de frações pesadas de petróleo
Autor(es): Gomes, Diego ângelo de Araújo
Palavras-chave: Microemulsão;Adsorção;Arenito;Óleo Bruto;Solubilização;Isotermas;Microemulsion;Adsorption;Sandstone;Crude Oil;Solubilization;Isotherms
Data do documento: 6-Mar-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: GOMES, Diego ângelo de Araújo. Aplicação de microemulsões na solubilização de frações pesadas de petróleo. 2009. 181 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: This work presents studies related to the use of microemulsions in the solubilization of heavy crude oil fractions responsible by the formation of deposits. The first stage of the work was addressed to the construction of phases diagrams, with the intention of determining the area within which the microemulsion is formed. The following systems were studied: UNITOL L 90 n-Butanol - Water - Kerosene (system 1); UNITOL L 90 - n-Butanol - Water - Xylene (system 2); UNITOL L 90 n-Butanol - Water - Kerosene/Xylene 10% (system 3); UNITOL L 90 - Sec-Butanol - Water - Xylene (system 4). In parallel experiments of physical adsorption were carried out by the static method, with the intention of simulating natural conditions of reservoirs. Crude oil of the Fazenda Belém field (Rio Grande do Norte), was used as solute, xylene as solvent and the Assu sandstone (Rio Grande do Norte, Brazil) and Botucatu sandstone (Paraná, Brazil) as rock reservoirs. The curves of adsorption presented the S format type, in agreement with the classification proposed by Giles, Smith and Huitson (1974). The solubilization process was accomplished in the batch method, by varying the time of agitation, the microemulsions and the solid/solution ratio. The experiments showed that the microemulsions presented high efficiency in the solubilization of the crude oil adsorbed on the sandstones. System 2 presented an efficiency of 99% for the Assu sandstone and 97% for the Botucatu sandstone
metadata.dc.description.resumo: No presente trabalho foi avaliado o desempenho das microemulsões na solubilização de frações pesadas do petróleo, responsáveis pela formação de depósitos. A primeira fase do trabalho foi direcionada à construção dos diagramas de fases, com o intuito de determinar a região na qual a microemulsão é formada. Os seguintes sistemas foram estudados: UNITOL L 90 n-Butanol Água Querosene (sistema 1); Unitol L 90 n-Butanol Água Xileno (sistema 2); Unitol L 90 n-Butanol Água Querosene/Xileno 10% (sistema 3); Unitol L 90 Sec-Butanol Água Xileno (sistema 4). Em paralelo foram conduzidos experimentos de adsorção física pelo método estático, com o intuito de simular condições naturais de reservatório. Utilizou-se óleo bruto do campo de Fazenda Belém, (Petrobras - Rio Grande do Norte), xileno como solvente, arenito Assu (Rio Grande do Norte, Brasil) e arenito Botucatu (Paraná, Brasil) como rochas reservatório. As curvas de adsorção foram enquadradas no formato S , de acordo com a classificação proposta por Giles, Smith & Huitson (1974). O processo de solubilização foi realizado em regime de batelada, variando o tempo de agitação, as microemulsões e a razão arenito/microemulsão. Ensaios mostraram que os sistemas apresentaram alta eficiência na solubilização do óleo bruto adsorvido sobre os arenitos. O sistema 2 apresentou uma eficiência de 99% para o arenito Assu e 97% para o arenito Botucatu
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15768
Aparece nas coleções:PPGEQ - Mestrado em Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DiegoAAG_DISSERT.pdf2,56 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia
DiegoAAG_DISSERT_PARCIAL.pdf1,76 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.