Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15835
Título: Adsorção do corante amarelo reativo BF-4G 200% por argila esmectita
Título(s) alternativo(s): Adsorption of the dye reactive yellow BF-4G 200% by smectite clay
Autor(es): Rodrigues Filho, Geraldo Martins
Palavras-chave: Adsorção. Corante. Amarelo reativo BF-4G 200%. Argila esmectita. Tratamento de efluentes;Adsorption. Dye. Reactive yellow 4G BF-200%. Smectite clays. Treatment of effluents
Data do documento: 28-Set-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: RODRIGUES FILHO, Geraldo Martins. Adsorption of the dye reactive yellow BF-4G 200% by smectite clay. 2012. 224 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: This study aimed to evaluate the potential use of smectite clays for color removal of textile effluents. The experiments were performed by testing exploratory/planning method factorial and fractional factorial where the factors and levels are predetermined. The smectite clays were used originating from gypsum hub of the region Araripe-PE, and the dye used was Reactive Yellow BF-4G 200%. The smectite clay was collected and transported to the Laboratory of Soil Physics of UFRPE, where it held its preparation through air drying, lump breaking and classification in sieve to then submit it to the adsorption process. Upon completion of 22 complete factorial design it was concluded that the values of (96, 96,5 and 95,8%) corresponding to the percentage of of removal for "in-kind", chemically and thermally activated, respectively and adsorbed amounts of (4,80, 4,61 and 4,74 mg/g) for three clays. Showed that the activation processes used did not increase the adsorption capacity of smectite clay. The kinetic data were best fitted to the Freundlich isotherm, with an exponential distribution of active sites and that shows above the Langmuir equation for adsorption of cations and anions by clays. The kinetic model that best adapted to the results was the pseudosecond order model. In the factorial design study 24-1, at concentrations up to 500 mg/L obtains high percentage of color removal (92,37, 90,92 and 93,40%) and adsorbed amount (230,94, 227,31 and 233,50 mg/g) for three clays. The kinetic data fitted well to Langmuir and Freundlich isotherms. The kinetic model that best adapted to the results was the pseudosecond order model
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial de utilização das argilas esmectitas, para remoção de cor de efluentes têxteis. Os experimentos foram realizados através de ensaios exploratórios/método de planejamento fatorial e fatorial fracionário, em que os fatores e os níveis são pré-determinados. As argilas esmectitas usadas foram originárias do pólo gesseiro da região do Araripe-PE, e o corante utilizado foi o Amarelo Reativo BF-4G 200%. A argila esmectita foi coletada e transportada para o Laboratório de Física de Solos da UFRPE, onde se realizou a sua preparação através de secagem ao ar, destorroamento e classificação em peneiras para, em seguida, submetê-la ao processo de adsorção. A partir da realização do planejamento fatorial 22 concluiu-se que os valores de 96, 96,5 e 95,8%, correspondentes aos percentuais de remoção para as argilas esmectitas innatura , quimicamente e termicamente ativadas, respectivamente, e com quantidades adsorvidas de 4,80, 4,61 e 4,74 mg/g, para as três argilas, mostraram que os processos de ativação utilizados não aumentaram o poder de adsorção da argila esmectita. Os dados cinéticos ajustaram-se melhor à isoterma de Freundlich, com uma distribuição exponencial de sítios ativos e que se mostra superior à equação de Langmuir para adsorção de cátions e ânions pelas argilas. O modelo cinético que melhor se adequou aos resultados foi o modelo pseudo-segunda ordem. No estudo do planejamento fatorial 24-1, em concentrações de até 500 mg/L se obtém elevados percentuais de remoção de cor (92,37, 90,92 e 93,40 %) e quantidade adsorvida (230,94, 227,31 e 233,50 mg/g) para as três argilas. Os dados cinéticos ajustaram-se bem às isotermas de Langmuir e Freundlich. O modelo cinético que melhor se adequou aos resultados foi o modelo pseudo-segunda ordem
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15835
Aparece nas coleções:PPGEQ - Mestrado em Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GeraldoMRF_TESE.pdf3,78 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.