Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15902
Título: Avaliação de diferentes processos oxidativos avançados no tratamento de resíduos de petróleo
Autor(es): Rocha, Otidene Rossiter Sá da
Palavras-chave: Resíduo de Petróleo, Degradação Fotoquímica, Fotocatálise Heterogênea, Hidrocarbonetos;Petroleum waste;Photochemistry degradation;Heterogeneous Photocatalysis;Hydrocarbons
Data do documento: 1-Set-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ROCHA, Otidene Rossiter Sá da. Avaliação de diferentes processos oxidativos avançados no tratamento de resíduos de petróleo. 2010. 112 f. Tese (Doutorado em Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The petroleum industry deals with problems which are difficult to solve because of their relation to environmental issues. This is because amounts of residue are generated which vary in type and danger level. The soil contamination by non aqueous liquid phase mixtures, specifically hydrocarbon petroleum has been a reason for great concern, mainly the aromatic and polycyclic aromatic, which present risk to human health due to its carcinogenic and mutagenic character. The Advanced Oxidative Processes (AOP) are efficient technologies for destruction of organic compounds of difficult degradation and, often, they are present in low concentrations. They can be considered clean technologies, because there is no formation of solid by-products or the transfer of pollutor phases. This work focuses on the study of the degradation of petroleum industrial waste, by Advanced Oxidation Processes. Treatments tackling petroleum residues, contaminated soil, and water occurring in the production of petroleum reached the following Polycyclic Aromatic Hydrocarbons (PAH) degradation levels: solid residues 100% in 96 treatment hours; water residue - 100% in 6 treatment hours; soil contamination (COT degradation) - 50.3% in 12 treatment hours. AOP were effective in dealing with petroleum residues thus revealing themselves to be a promising treatment alternative
metadata.dc.description.resumo: A indústria de petróleo lida com problemas de difícil solução em relação às atividades voltadas para a proteção ambiental, devido à geração de resíduos de diversos tipos e níveis de periculosidade. A contaminação do solo por compostos de fase líquida não aquosa, especificamente os hidrocarbonetos de petróleo tem sido motivo de preocupação, principalmente os aromáticos e poliaromáticos, apresentam risco à saúde humana devido a seu caráter carcinogênico e mutagênico. Os Processos Oxidativos Avançados (POA) são tecnologias eficientes para destruição de compostos orgânicos de difícil degradação biológica e, muitas vezes, presentes em baixas concentrações. Podem ser consideradas tecnologias limpas, pois não há a formação de subprodutos sólidos e nem a transferência de fase dos poluentes. O objetivo desse trabalho foi estudar a degradação de resíduos da indústria de petróleo, por Processos Oxidativos Avançados. Foram realizados tratamentos de borra de petróleo, solo contaminado com petróleo e água de produção de petróleo alcançando uma degradação de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA) de 100 % em 96 horas de tratamento para a borra, 100% em 6 horas de tratamento para água de produção de petróleo e uma degradação de Carbono Orgânico Total (COT) de 50,3% em 12 horas de tratamento para o solo contaminado com petróleo. Os POA foram eficientes no tratamento de resíduos de petróleo apresentando-se como uma alternativa promissora no tratamento desses resíduos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15902
Aparece nas coleções:PPGEQ - Doutorado em Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OtideneRSR_DISSERT.pdf1,61 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.