Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15985
Título: Estudo hidrológico da bacia hidrográfica do Rio Jundiaí-RN visando a implantação de bacia experimental e a atenuação de cheias pela barragem Tabatinga
Autor(es): Troncoso, Raquel Ferreira
Palavras-chave: Gestão de Recursos Hídricos;Bacia representativa e experimental;Monitoramento hidrológico;Modelagem hidrológica;Simulação de operação de barragem;Management of water resources;The basin representative and experimental;Hydrologic monitoring;Hydrologic modeling;Simulation of the operation of a dam
Data do documento: 28-Fev-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: TRONCOSO, Raquel Ferreira. Estudo hidrológico da bacia hidrográfica do Rio Jundiaí-RN visando a implantação de bacia experimental e a atenuação de cheias pela barragem Tabatinga. 2012. 97 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Sanitária) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: The management of water resources in the river basin level, as it defines the Law nº 9433/97, requires the effective knowledge of the processes of hydrological basin, resulting from studies based on consistent series of hydrological data that reflect the characteristics of the basin. In this context, the objective of this work was to develop the modeling of catchment basin of the river Jundiaí - RN and carry out the study of attenuation of a flood of the dam Tabatinga, by means of a monitoring project of hydrological data and climatology of the basin, with a view to promoting the development of research activities by applying methodologies unified and appropriate for the assessment of hydrological studies in the transition region of the semiarid and the forest zone on the coast of Rio Grande do Norte. For the study of the hydrological characteristics of the basin was conducted the automatic design of the basin of the river Jundiaí, with the aid of programs of geoprocessing, was adopted a hydrological model daily, the NRCS, which is a model determined and concentrated. For the use of this model was necessary to determine some parameters that are used in this model, as the Curve Number. Having in mind that this is the first study that is being conducted in the basin with the employment of this model, it was made sensitivity analysis of the results of this model from the adoption of different values of CN, situated within a range appropriate to the conditions of use, occupation and the nature of the soil of this basin. As the objective of this study was also developing a simulation model of the operation of the Tabatinga dam and with this flood control caused in the city of Macaíba, it was developed a mathematical model of fluid balance, developed to be used in Microsoft Excel. The simulation was conducted in two phases: the first step was promoted the water balance daily that allowed the analysis of the sensitivity of the model in relation to the volume of waiting, as well as the determination of the period of greatest discharges daily averages. From this point, it was assumed for the second stage, which was in the determination of the hydrograph of discharges effluent slots, that was determined by means of the fluid balance time, on the basis of the discharges effluents generated by a mathematical equation whose parameters were adjusted according to the hydrograph daily. Through the analyzes it was realized that the dam Tabatinga only has how to carry out the attenuation of floods through the regularization of the volume of waiting, with this there is a loss of approximately 56.5% on storage capacity of this dam, because for causing the attenuation effect of filled the shell of this dam has to remain more than 5m below the level of the sill, representing at least 50.582.927m3. The results obtained with the modeling represents a first step in the direction of improving the level of hydrological information about the behavior of the basins of the semiarid. In order to monitor quantitatively the hydrographic basin of the river Jundiaí will be necessary to install a rain gauge register, next to the Tabatinga dam and a pressure transducer, for regular measurements of flow in the reservoir of the dam. The climatological data will be collected in full automatic weather station installed in Agricultural School Jundiaí
metadata.dc.description.resumo: A gestão de recursos hídricos em nível da bacia hidrográfica, como define a Lei nº 9433/97, exige o conhecimento efetivo dos processos hidrológicos da bacia, decorrentes de estudos baseados em séries consistentes de dados hidrológicos que espelhem as características da bacia. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo desenvolver a modelagem hidrológica da bacia hidrográfica do rio Jundiaí RN e realizar o estudo da atenuação de cheia da barragem Tabatinga visando a implantação de bacia representativa e experimental, através de um projeto de monitoramento de dados hidrológicos e climatológicos da bacia, com o intuito de favorecer o desenvolvimento de atividades de pesquisa aplicando-se metodologias unificadas e apropriadas para a avaliação de estudos hidrológicos na região de transição do semiárido e a zona da mata no litoral do Rio Grande do Norte. Para o estudo das características hidrológicas da bacia foi realizado o delineamento automático da bacia hidrográfica do rio Jundiaí, com o auxílio de programas de geoprocessamento; adotou-se um modelo hidrológico diário, o NRCS, que é um modelo determinístico e concentrado. Para utilização deste modelo foi necessário determinar alguns parâmetros que são utilizados nesse modelo, como o Curva- Número. Tendo em vista que este estudo é o primeiro que está sendo realizado nesta bacia com o emprego deste modelo, foi feita análise de sensibilidade dos resultados deste modelo a partir da adoção de diferentes valores de CN, situados dentro de uma faixa adequada às condições do uso, ocupação e natureza do solo desta bacia. Como o objetivo deste estudo foi também desenvolver um modelo de simulação de operação da barragem Tabatinga e com isto controlar as inundações ocasionadas na cidade de Macaíba, foi elaborado um modelo matemático de balanço hídrico, desenvolvido para ser aplicado em planilha Microsoft Excel. A simulação foi realizada em duas etapas: na primeira etapa promoveu-se o balanço hídrico diário que permitiu analisar a sensibilidade do modelo em relação ao volume de espera, assim como a determinação do período de maiores vazões médias diárias. A partir disso, partiu-se para a segunda etapa, que constituiu na determinação do hidrograma das vazões efluentes horárias, que foi determinado através do balanço hídrico horário, tendo como base as vazões afluentes geradas por uma equação matemática cujos parâmetros foram ajustados de acordo com o hidrograma diário. Através das análises percebeu-se que a barragem Tabatinga só tem como realizar a atenuação de cheias através da regularização do volume de espera, com isso há uma perda de aproximadamente 56,5% na capacidade de armazenamento desta barragem, pois para provocar o efeito de atenuação de cheia o reservatório dessa barragem tem que permanecer mais de 5m abaixo do nível da soleira, representando no mínimo 50.582.927 m3. Os resultados obtidos com a modelagem representam um primeiro passo na direção de melhorar o nível de informação hidrológica sobre o comportamento das bacias do semiárido. Nesse intuito, para monitorar quantitativamente a bacia hidrográfica do rio Jundiaí será necessário instalar um pluviôgrafo, próximo a barragem Tabatinga e um linígrafo de pressão, para medições regulares de vazão no reservatório da barragem. Os dados climatológicos serão coletados na estação meteorológica automática completa instalada na Escola Agrícola Jundiaí
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15985
Aparece nas coleções:PPGES - Mestrado em Engenharia Sanitária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RaquelFT_DISSERT.pdf4,65 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.