Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16698
Title: Efeitos da perda de peso induzida pela cirurgia bariátrica sobre a função respiratória
Authors: Freitas, Cledna da Rocha Barreto de
Keywords: Obesidade;Cirurgia bariátrica;Função pulmonar;Obesity;Bariatric surgery;Lung function
Issue Date: 28-Feb-2011
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FREITAS, Cledna da Rocha Barreto de. Efeitos da perda de peso induzida pela cirurgia bariátrica sobre a função respiratória. 2011. 64 f. Dissertação (Mestrado em Movimento e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Portuguese Abstract: Introdução: A obesidade leva a alteração dos volumes e capacidades pulmonares devido ao acúmulo de adiposidade no tórax e abdome. Poucos estudos mostram que a perda de peso induzida cirurgicamente melhora a função pulmonar. Entretanto apesar do elevado número de cirurgias bariátricas sendo realizadas, ainda é necessário o entendimento da melhora da função pulmonar em relação ao padrão de adiposidade. Objetivos: Avaliar a evolução da função pulmonar após a perda de peso corporal induzida pela cirurgia bariátrica, considerando medidas espirométricas, de força e endurance muscular respiratória. Metodologia: Estudo observacional, descritivo de seguimento, realizado no Hospital Universitário Onofre Lopes no período de fevereiro de 2009 a dezembro de 2010. Foram feitas avaliações antropométrica, espirométricas, medidas de pressões respiratórias. Resultados: Foram avaliados 39 sujeitos, com média de idade de 35,9 (±10,9) anos, predominantemente por mulheres (76,3%) onde o peso médio passou de 124,8 (±17,5) Kg para 88,8 (±14,28) Kg no pós-operatório, a média do IMC passou de 47,9 (±5,6) Kg/m² para 34,3 (±4,75) Kg/m². Houve aumento significativo na CVF 3,63(±0,94) para 4,01 (±1,03), VEF1 de 3,03(±0,72) para 3,39(±0,85), a razão FEF 25-75% foi de 3,41 (±0,72) para 3,82 (±0,94), o PFE de 6,56 (±1,47) para 7,81 (±1,69), o VRE passou de 0,35 (±0,39) para 0,66 (±0,38), a VVM aumentou de 103,43 (±22,21) para 137,27(± 29,84) para p<0,01. Os valores de PIMáx e PEMáx não apresentaram diferença significativa no pré e pós-operatório. Foi observado que para cada quilograma de peso perdido houve aumento estatisticamente significativo de 0,06 na CVF e 1,02 na VVM. Isso também se observa com relação ao IMC e a circunferência do pescoço. Para cada Kg/m² reduzido do IMC, os indivíduos apresentam melhora de 0,03 na CVF e de 2,74 na VVM e para cada centímetro reduzido na circunferência do pescoço observa-se aumento de 0,06 na CVF e de 5,98 na VVM. Conclusão: A perda de peso induzida pela cirurgia bariátrica proporciona uma melhora significativa na função pulmonar. A redução de gordura ao redor do pescoço se mostra mais importante na geração de volume para o pulmão do que a redução do IMC
Abstract: Background: Obesity leads to alteration of lung volumes and capacities due to accumulation of fat in the chest wall and abdomen. Few studies have shown that weight loss induced by surgery improves lung function. Our objective was to evaluate the anthropometric development, pulmonary function, respiratory muscle, strength and endurance after weight loss induced by bariatric surgery. Methods: We evaluated in pre and post operative period variables of weight, BMI, NC, WHR and spirometric and respiratory pressure. Results: 39 subjects were evaluated, with age mean 35.9 ± 10.9 years, predominantly by women (76.3%). The weight mean decreased from 124.8 ± 17.5 kg to 88.8 ± 14.28 kg in post operative. The mean BMI ranged from 47,9 ± 5,6 Kg/m² to 34,3 ± 4,75 Kg/m². There was a significant increase in FVC from 3,63 ± 0,94 to 4,01±1,03, FEV1 from 3,03 ± 0,72 to 3,39 ± 0,85, FEF 25-75% from 3,41 ± 0,72 to 3,82 ± 0,94, PEF from 6,56 ± 1,47 to 7,81 ± 1,69, ERV from 0,35 ± 0,39 to 0,66 ± 0,38, MVV ranged from 103,43 ± 22,21 to 137,27 ± 29,84, all of them to p<0,01. The MIP and MEP showed no significant difference in pre and post operative. It was noted that for every centimeter reduced in neck circumference, an increase of 0.06 in FVC and 5.98 in MVV is observed. This is also observed in weight and BMI. Conclusion: We conclude that weight loss induced by bariatric surgery in obese provides a significant improvement in lung function and reduction of fat around the neck is more important in the generation of lung volume than the reduction of BMI
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16698
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ClednaRBF_DISSERT.pdf793.49 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.