Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16729
Title: Análise da relação entre alterações do padrão do sono e dor lombo-pélvica em mulheres no segundo trimestre gestacional
Authors: Sousa, Vanessa Patricia Soares de
Keywords: Gestação. Actimetria. Lombalgia. Sono;Pregnancy. Actigraphy. Back pain. Sleep
Issue Date: 6-Dec-2011
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SOUSA, Vanessa Patricia Soares de. Análise da relação entre alterações do padrão do sono e dor lombo-pélvica em mulheres no segundo trimestre gestacional. 2011. 125 f. Dissertação (Mestrado em Movimento e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Portuguese Abstract: A gravidez caracteriza-se por diversas mudanças no corpo da mulher. Essas alterações contribuem para o surgimento da dor lombo-pélvica (DLP), a qual pode influenciar no sono durante o período gravídico. O objetivo desta pesquisa foi analisar a relação entre as alterações do sono e a DLP em mulheres grávidas. Trinta voluntárias, divididas em grupo controle (GC; n=15) sem DLP e grupo de estudo (GE; n=15) com DLP, com faixa etária entre 19 e 36 anos (M= 27,8; DP= ±3,5) e idade gestacional compreendida entre 14 e 26 (M= 19,8; DP= ±3,3) semanas, foram avaliadas quanto ao padrão do sono, por meio do Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh, Escala de Sonolência de Epworth e actimetria. A dor lombo-pélvica foi analisada utilizando-se a Escala Visual Analógica (EVA) e o Oswestry Disability Index. Os dados foram analisados pelos testes de Kolmogorov-Smirnov, Qui-quadrado, Teste-t de Student para amostras independentes, ANOVA e análise de regressão linear. Os principais resultados, relativos ao sono, mostraram piora da qualidade subjetiva (IQSPT - 10; ±3,7; p=0,034), diminuição do tempo total (TTSACT - 5,7; ±1,0; p=0,022), eficiência (EFACT - 62,1; ±5,0; p=0,001) e aumento da latência (LSACT - 26,4; ±84,0; p=0,001) nas gestantes do GE, quando comparado ao GC. Além disso, constatou-se que variações crescentes na intensidade dolorosa interferem significativamente na IQSPT (p=0,001), TTSACT (p=0,001), EFACT (p=0,001). Os achados desse estudo sugerem que a dor lombo-pélvica é um fator potencializador das alterações do padrão de sono em mulheres grávidas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16729
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VanessaPSS_DISSERT.pdf1.25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.