Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17086
Título: Validação de um método auxiliar de diagnóstico como preditivo da presença de cárie de dentina em dentes decíduos
Autor(es): Carvalho, Guilherme Moura de
Palavras-chave: Cárie;Dentes decíduos;Cárie de dentina
Data do documento: 19-Mai-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CARVALHO, Guilherme Moura de. Validação de um método auxiliar de diagnóstico como preditivo da presença de cárie de dentina em dentes decíduos. 2006. 66 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: Esse estudo se propôs a avaliar um método auxiliar de diagnóstico (DIAGNOdent®) na predição de cárie de dentina em dentes decíduos, através de validação histológica e de microdureza. Verificando possíveis diferenças entre os valores obtidos através do método auxiliar, além de determinar um ponto de corte para parada de remoção de tecido cariado. A amostra do estudo foi de 15 crianças que apresentaram 21 cavidades de cárie, tratadas e analisadas desde antes da realização da restauração até quando da exodontia do elemento dentário. Os espécimes foram analisados através do DIAGNOdent® antes da abertura das cavidades, após a remoção do tecido cariado e depois da reabertura das cavidades que se deu após a exodontia dos elementos dentários. Posteriormente, receberam preparo metalográfico para realização de testes de microdureza e microscopia óptica que serviram como forma de validação para as mensurações obtidas pela fluorescência a laser. Houve diferença significativa entre os valores DIAGNOdent® encontrados antes da abertura da cavidade e os demais (p < 0,0001). Havendo correlação significativa (r = 0,432 ; p = 0,019) apenas para as aferições obtidas antes da abertura das cavidades e quando do término da remoção do tecido cariado. Para a microdureza, as médias axiais foram significativamente maiores que as pulpares, existindo correlação entre a microdureza pulpar e os valores do DIAGNOdent® após a reabertura (r = - 0,472 ; p = 0,002). Valores de 15,38% para a sensibilidade, 100% para a especificidade, 100% para o valor preditivo positivo e 71,79% para o valor preditivo negativo, foram obtidos quando se utilizou um ponto de corte de 30 para fluorescência a laser, tendo como padrão-ouro a microdureza pulpar. Partindo da média dos valores de fluorescência a laser obtidos após a remoção do tecido cariado e acrescentando-se um desvio-padrão a esta, o método indicou o valor de 19 como ponto de corte para cessar a remoção de dentina. Concluiu-se que, nas condições analisadas, o método auxiliar de diagnóstico (DIAGNOdent®) é um método acurado na predição de cárie de dentina em dentes decíduos. Além disso, o método comprovou que o padrão usual de remoção de dentina garante a remoção do tecido cariado
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17086
Aparece nas coleções:PPGOPS - Mestrado em Odontologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GuilhermeMC.pdf659,27 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.