Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19631
Título: Espécies arbóreas nativas ornamentais do Rio Grande do Norte
Autor(es): Macedo, Bruno Rafael Morais de
Palavras-chave: Arborização urbana;Economia;Flora nativa;Conservação;Planejamento urbano
Data do documento: 15-Dez-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MACEDO, Bruno Rafael Morais de. Espécies arbóreas nativas ornamentais do Rio Grande do Norte. 2014. 152f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: The Caatinga and Atlantic Forest exhibit great species richness, which can attend requirements for various uses. Considering the current level of degradation of vegetation in Rio Grande do Norte, and the increasing use of exotic species, it is urgent to perform actions for the conservation of these biomes. From this perspective, using native plant species in the urban forestry becomes an instrument for the conservation and enhancement of local biodiversity. In this context, the general objective of this study is to gather and provide information about the ornamental native tree species in the state in order to promote and disseminate their use in urban areas. Specific aims of this work are: (1) evaluate and verify the demand and maintenance costs of native and exotic urban forestry, comparatively, with data obtained in the state (Cap. 1); (2) Provide a ornamental native tree species list in the state, including species already widespread use and suggesting new elements with ornamental potential (Cap. 2); and (3) produce a guide of native tree species as a means of disseminating the results obtained in a way accessible to the society. Analysis of maintenance of urban trees was performed at the UFRN's Central Campus, and the ornamental native tree species survey was carried out through literature survey combined with expeditions to forest fragments in the state. As a result, it was obvious that the maintenance of native vegetation resulted in lower costs and least demand for services highlighting the visible advantage in using a afforestation with regionalized floristic composition. The survey of ornamental native tree species led to the selection of 95 species belonging to 30 families, 17 species (17.35%) occurring exclusively in the Caatinga, 27 species (25.55%) in the Atlantic Forest and more than half (55.10%) occurring in both biomes, which provides a good selection available for the composition of urban forestry, both for cities located in the area of Atlantic Forest (81 spp.) or for those located in the Caatinga (71 spp.). From these results, a guide for the recognition and cultivation of native ornamental trees was prepared, consisting in the initial step in the enhancement of existing floristic potential value with the aim to assist in the development of a regionalized perspective of urban environmental management in the state
metadata.dc.description.resumo: A Caatinga e a Floresta Atlântica apresentam ampla riqueza de espécies, as quais podem atender às exigências para diversos usos. Considerando o atual nível de degradação da vegetação do Rio Grande do Norte, e o crescente uso de espécies exóticas, torna-se urgente a execução de ações que visem a conservação da biodiversidade desses biomas. Nessa perspectiva, utilizar espécies vegetais autóctones na arborização das cidades acaba por se caracterizar em um instrumento de conservação e de valorização da biodiversidade local. Diante desse contexto, o objetivo geral do presente trabalho é reunir e fornecer informações acerca das espécies arbóreas nativas ornamentais no estado com o intuito de fomentar e difundir o seu uso na arborização urbana. Como objetivos específicos o trabalho possui: (1) avaliar e verificar a demanda e os custos de manutenção da arborização urbana nativa e exótica, comparativamente, com base em dados obtidos no estado (Cap. 1); (2) Fornecer uma listagem de espécies arbóreas nativas ornamentais do estado, incluindo espécies com uso já difundido e sugerindo novos elementos com potencial ornamental (Cap. 2); e (3) produzir um guia de espécies arbóreas da flora nativa como um meio de divulgação dos resultados obtidos com conteúdo acessível à sociedade. A análise da manutenção da arborização urbana foi realizada no Campus Central da UFRN, para o levantamento das espécies nativas arbóreas ornamentais foram realizadas expedições a fragmentos vegetais no estado, além de levantamento da literatura especializada. Como resultado, verificou-se evidentes menores custos e menor demanda de serviços para manutenção da vegetação nativa, evidenciando a visível vantagem no uso de uma arborização de composição florística regionalizada. O levantamento das espécies nativas arbóreas ornamentais levou à seleção de 95 espécies distribuídas em 30 famílias, sendo 17 espécies (17,35%) ocorrendo exclusivamente na Caatinga, 27 espécies (25,55%) na Mata Atlântica e mais da metade da riqueza considerada (55,10%) ocorrendo em ambos os biomas, o que proporciona uma diversidade disponível para a composição da arborização urbana, tanto para cidades situadas no domínio da Mata Atlântica (81 spp.) como da Caatinga (71 spp.). A partir desses resultados, elaborou-se uma proposta de manual de reconhecimento e cultivo de árvores nativas, consistindo na etapa inicial no processo de valorização do potencial florístico existente com o intuito de auxiliar o desenvolvimento de uma perspectiva ambiental regionalizada da gestão urbana no estado
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19631
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Florestais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BrunoRafaelMoraisDeMacedo_DISSERT.pdf8,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.