Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19705
Título: Do amanhecer ao crepúsculo: o ambiente inteiro por minhas narrativas
Autor(es): Sousa, Tiago Lincka de
Palavras-chave: Educação ambiental;Complexidade;Ambiente inteiro;Natureza;Sustentabilidade
Data do documento: 4-Nov-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUSA, Tiago Lincka de. Do amanhecer ao crepúsculo: o ambiente inteiro por minhas narrativas. 2014. 79f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: The matrix of this dissertation research permeates the design of complex environmental education. Its purpose is the realistic utopia of sustainability focused on the elucidation of a cultural model, a way of life that can guarantee the preservation of the living and non-living wight, to compose a world in which all coexist in harmony. To do so, thinking that model permeates the understanding that we are nature. This understanding can be evidenced both in Karl Marx in his book, the Economic and Philosophical Manuscripts says: "Nature is the essential body of the human being", and Joël de Rosnay, in his book The Symbiotic Man explains that we humans, "are the neurons of the earth." In this same perspective, Elisabet Sahtouris, in his book The Dance of the Earth, has pointed out how little is accurate to say that "there is life on Earth," because we are knowledgeable that our planet is a living organism, then there is the "life of the Earth ". Thus, we are part of this life, we are a part of the whole. With long experience in the environmental field, I seek the collective understanding that environmental education is a process belonging to all areas of knowledge, while margins for its subdivision occasion that begins the role of librarian I am, as a mediator of educational, cultural process, and disseminate information, is an environmental educator. Research conducted lead me to propose a revision of values and attitudes, from a certain reorganization of thought, an ecology of ideas and action, evidenced by readings of education and complexity, especially tuned to the writings of Edgar Morin. This thesis makes use of metaphor as a cognitive operator to emphasize the solar cycle, linking it to the development stages of this work. In summary, we have as a goal to emphasize the importance of the human condition, respect for nature and the principle of natural, cultural and social interdependence. In order for us to have a society that values relationships of solidarity with each other, respect and gratitude for living beings and Mother Earth. What leads me to converge, the reframing of the environment, understanding it as Integer Environment
metadata.dc.description.resumo: A matriz da pesquisa desta dissertação permeia a concepção de educação ambiental complexa. Tem por propósito a utopia realista de uma sustentabilidade voltada para a elucidação de um modelo cultural, um modo de vida que possa garantir a preservação dos seres vivos e não vivos, para compor um mundo em que todos coexistam em harmonia. Para tanto, pensar esse modelo perpassa o entendimento de que somos natureza. Essa compreensão pode ser evidenciada tanto no que Karl Marx, no livro Manuscritos Econômico-filosóficos, afirma: “a natureza é o corpo essencial do ser humano”, bem como Joël de Rosnay, em seu livro O Homem Simbiótico explica que nós, seres humanos, “somos os neurônios da Terra”. Nessa mesma perspectiva, Elisabet Sahtouris, em seu livro A Dança da Terra, já ressaltou o quão é pouco rigoroso afirmar que “existe vida na Terra”, pois somos conhecedores de que nosso planeta é um organismo vivo, logo existe a “vida da Terra”. Dessa forma, fazemos parte dessa vida, somos uma parte do todo. Com longa vivência na área ambiental, busco o entendimento coletivo de que a Educação Ambiental é um processo pertencente a todas as áreas do conhecimento, sem deixar margens para a sua subdivisão, ocasião que inicia-se o papel de profissional bibliotecário que sou, como um mediador do processo educacional, cultural, e de disseminação de informação, ou seja um educador ambiental. As pesquisas realizadas levamme a propor uma revisão de valores e atitudes, a partir de uma certa reorganização do pensamento, uma ecologia das ideias e da ação, evidenciada pelas leituras da educação e da complexidade, principalmente atento aos escritos de Edgar Morin. Esta dissertação faz o uso da metáfora como operador cognitivo, ao ressaltar o ciclo solar, relacionando-o com as fases de desenvolvimento deste trabalho. Em síntese, tem-se como horizonte ressaltar a importância da condição humana, o respeito pela natureza e o princípio da interdependência natural, cultural e social. No intuito de que tenhamos uma sociedade que valorize as relações de solidariedade com o outro, o respeito e a gratidão aos seres vivos e à Mãe-Terra. O que me leva a convergir, na ressignificação do meio ambiente, compreendendo-o como Ambiente Inteiro
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19705
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TiagoLinckaDeSousa_DISSERT.pdf2,96 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.