Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19975
Título: (A)cerca do espaço: a nacionalização da questão agrária pelo MST (1984-2002)
Autor(es): Silva, Tiago Tavares e
Palavras-chave: MST;Nacionalismo;Reforma agrária;Democracia;Marxismo contemporâneo
Data do documento: 27-Ago-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Tiago Tavares e. (A)cerca do espaço: a nacionalização da questão agrária pelo MST (1984-2002). 2014. 118f. Dissertação (Mestrado em História) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: This work has as objective to analyze the social movement called Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra and their relation to land reform from the idea of nation. In the decade of its emergence, 1980, Brazilian nationalism was deeply tied to aspirations for democracy and this consisted of a kind of political language of the period that included not only the MST, but also conservative sectors of Brazilian politics. The MST then develop a way to realize their different social function of the movements that preceded it as the Ligas Camponesas, incorporating the element of the nation as political capital to strengthen their practice. This relationship will be studied from a debate on contemporary Marxism and its key concepts.
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho tem como maior objetivo analisar o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e sua relação com a reforma agrária a partir da ideia de nação. Na década de sua emergência, anos 1980, o nacionalismo brasileiro estava profundamente atrelado aos anseios por democracia e esta se constituiu em uma espécie de linguagem política do período que abarcava não apenas o MST, mas também setores conservadores da política brasileira. O MST desenvolve então uma forma de perceber sua função social diferente dos movimentos que o antecederam como as Ligas Camponesas, incorporando o elemento da nação como capital político para fortalecer sua práxis. Essa relação será estudada a partir de um debate em torno do marxismo contemporâneo e seus conceitos estruturantes.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19975
Aparece nas coleções:PPGH - Mestrado em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TiagoTavaresESilva_DISSERT.pdf2,09 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.