Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19981
Título: Alterações de equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres no ciclo gravídico puerperal
Autor(es): Eufrásio, Laiane Santos
Palavras-chave: Equilíbrio postural;Qualidade de vida;Gravidez;Período pósparto
Data do documento: 19-Jan-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: EUFRÁSIO, Laiane Santos. Alterações de equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres no ciclo gravídico puerperal. 2015. 107f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: INTRODUCTION: The pregnancy and childbirth cause many changes in a woman's life, whether physical, hormonal, emotional or social. Such changes may affect the postural balance and the quality of life of women in pregnancy and may persist after delivery. To analyze changes in postural balance and quality of life in women in pregnancy and postpartum. METHODS: This study consisted of 47 women participants of the Course for Pregnant Women of the Department of Physical Therapy at UFRN, evaluated during pregnancy (2° or 3° trimester) and in the period 1-8 months postpartum. In all participants was evaluated the postural balance, the Balance Master® in five specific tests: (1) Modified Clinical Test of Sensory Interaction on Balance-MCTSIB; (2) Rhythmic Weight Shift Test - RWS (3) unilateral stance - US, (4) Sit to Stand - STS, and (5) Walk Across - WA. The quality of life (QoL) was assessed by applying the Quality Score of life Ferrans & Powers (IQVFP), both during pregnancy and in the postpartum period. For statistical analysis we used the Statistical Package for Social Sciences software for Personal Computer- SPSS (version 20.0), applying the tests: Shapiro-Wilk to assess the normality of the data; Chi-square to analyze the frequency of postural balance changes in the two groups of pregnancy and postpartum in both groups; McNemar test to analyze balance disorders frequency of related samples in the two time points; to compare the behavior of postural balance during pregnancy and postpartum, and to compare the QoL between the periods, we used the Wilcoxon test; and yet, the MannWhitney test to compare the QoL scores in the two groups of pregnancy and postpartum in both groups. We adopted p-value <0.05. RESULTS: Comparing the postural balance during pregnancy and postpartum in MSTSIB test has statistical difference in unstable surface with closed eyes (p=0.001) and in the US test, the speed of oscillation with right leg with eyes closed (p=0,03). Quality of life, there was statistical difference between the scores only among postpartum groups, the family domain (p=0.03); and to comparing pregnancy and postpartum in domain health and operation (p=0.02) and the Socioeconomic domain (p=0.01). CONCLUSIONS: It was observed that the balance changes present during pregnancy persist postpartum, and the quality of life is considered good by women, both during pregnancy and postpartum.
metadata.dc.description.resumo: INTRODUÇÃO: O ciclo gravídico-puerperal causa inúmeras transformações na vida da mulher, sejam elas físicas, hormonais, emocionais ou sociais. Tais alterações podem afetar o equilíbrio postural e a qualidade de vida dessas mulheres na gravidez, podendo persistir no pós-parto. OBJETIVO: Analisar alterações no equilíbrio postural e qualidade de vida em mulheres na gravidez e no pós-parto. METODOLOGIA: Este estudo foi composto por 47 mulheres participantes do Curso para Gestantes do Departamento de Fisioterapia da UFRN, avaliadas durante o período gestacional (2° ou 3° trimestre) e no período de 1 a 8 meses do pós-parto. Realizou-se avaliação de todas as participantes quanto ao equilíbrio postural, pelo Balance Master®, em cinco testes específicos: (1)Modified Clinical Test of Sensory Interaction on Balance – MCTSIB; (2)Rhythmic Weight Shift Test – RWS, (3) Unilateral Stance – US, (4) Sit to Stand – STS, e (5) Walk Across – WA. A qualidade de vida (QV) foi avaliada aplicando-se o Índice de qualidade de vida de Ferrans & Powers (IQVFP), tanto na gestação quanto no pós-parto. Para análise estatística dos dados foi utilizado o software Statistical Package for Social Sciencies for Personal Computer- SPSS (versão 20.0), aplicando-se os testes de: ShapiroWilk para avaliar a normalidade dos dados; Qui-quadrado para analisar a frequência de alterações de equilíbrio postural nos dois grupos da gestação e nos dois grupos do pós-parto; o teste de McNemar para analisar frequências de alteração de equilíbrio das amostras relacionadas nos dois momentos de avaliação; para comparar o comportamento do equilíbrio postural ao longo da gestação e pós-parto, e para a comparação da QV entre os períodos, utilizouse o teste de Wilcoxon; e ainda, o teste de Mann-Whitney para comparar os escores da QV nos dois grupos da gestação e nos dois grupos do pós-parto. Foi adotado um p-valor < 0,05. RESULTADOS: Comparando o equilíbrio postural na gestação e pós-parto, no teste MSTSIB houve diferença estatística em superfície instável de olhos fechados (p=0,001), e no teste US, na velocidade de oscilação com perna direita de olhos fechados (p=0,03). Na qualidade de vida, observou-se diferença estatística entre os escores apenas entre os grupos do pós-parto, no domínio Família (p=0,03); e ao comparar gestação e pós-parto nos domínios Saúde e Funcionamento (p=0,02) e o Socioeconômico (p=0,01). CONCLUSÕES: Observou-se que as alterações de equilíbrio presentes na gestação persistem no pós-parto, e a qualidade de vida é considerada boa pelas mulheres, tanto na gestação como no pós-parto.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19981
Aparece nas coleções:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LaianeSantosEufrasio_DISSERT.pdf1,68 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.