Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20004
Título: Motivações semântico-cognitivas e discursivo-pragmáticas no uso de sufixos graduadores nominais
Autor(es): Carvalho, Vanessa Guedes de
Palavras-chave: Sufixos graduadores nominais;Linguística funcional centrada no uso;Aspectos semântico-cognitivos e discursivo-pragmáticos
Data do documento: 25-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CARVALHO, Vanessa Guedes de. Motivações semântico-cognitivas e discursivo-pragmáticas no uso de sufixos graduadores nominais. 2015. 80f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: We study the use of nominal suffixes of degree, such as -inho, -ão, -íssimo, -ílimo, -érrimo in written texts in Brazilian Portuguese, by focusing on semantic, cognitive, pragmatic and discourse aspects involved in using these suffixes. In general, we aim to identify semanticcognitive and discourse-pragmatic factors that motivate the usage of nominal suffixes of degree and to contribute for the study of degree in Portuguese class in Basic Education. The theoretical perspective underlying our research is the Linguística Funcional Centrada no Uso, as conceived by group of researchers of Discurso & Gramática (FURTADO DA CUNHA, BISPO, SILVA, 2013; MARTELOTTA, 2011). According to this theoretical model, language model uses the shape of the grammar of a language at the same time they are provisioned for it. In this sense, speech and grammar influence each other. In terms of methodology, we make an eminently qualitative research with quantitative support as evidence of use of trend. It is characterized also by descriptive and interpretive bias of the phenomenon under study. Empirical evidence from our analysis come from a corpus consisting of written texts from Veja magazine, January to June 2011 issues, particularly Carta do Leitor e Gente sections, the latter representative of the Coluna Social magazine. The results of our analysis showed that the use of nominal graders suffixes are related to semantic-cognitive factors (construction of certain text directions, the association more grounded aspects of concrete experience or the more abstract meanings, for example), the discourse-pragmatic issues (range certain communicative purposes, as critique, judge, mock, claim, involving the reader, seeking her membership of a particular point of view). In addition, we found that the use of these morphic elements in genres of the sample analyzed were related to the subjectivity of the writer and the inter-subjective issues involving writer and reader, as Traugott and Dasher (2002). Finally, we contemplate discussion about the approach of our object of study in Portuguese classes in Basic Education.
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho, estudamos o uso de sufixos graduadores nominais, a exemplo de -inho, -ão, - íssimo, -ílimo, -érrimo, em textos escritos do Português Brasileiro, focalizando aspectos semânticos, cognitivos, discursivos e pragmáticos envolvidos no uso desses sufixos. Em linhas gerais, objetivamos identificar fatores semântico-cognitivos e discursivo-pragmáticos implicados no uso de sufixos graduadores nominais e contribuir para o estudo do grau em aulas de Língua Portuguesa da Educação Básica. A perspectiva teórica que fundamenta nossa pesquisa é a da Linguística Funcional Centrada no Uso, conforme concebida por pesquisadores do grupo Discurso & Gramática (FURTADO DA CUNHA, BISPO, SILVA, 2013; MARTELOTTA, 2011). Segundo essa vertente teórica, os usos linguísticos modelam a forma da gramática de uma língua ao mesmo tempo em que são contingenciados por ela. Nesse sentido, discurso e gramática influenciam-se mutuamente. Em termos metodológicos, fazemos uma pesquisa de cunho eminentemente qualitativo com suporte quantitativo como evidência de tendência de uso. Caracteriza-se ainda pelo viés descritivo e interpretativista do fenômeno sob estudo. Os dados empíricos de nossa análise provêm de um corpus constituído de textos escritos extraídos da revista Veja, edições de janeiro a junho de 2011, particularmente das seções Carta do Leitor e Gente, esta última representante da Coluna Social da revista. Os resultados de nossa análise mostram que os usos dos sufixos graduadores nominais estão relacionados a fatores semântico-cognitivos (construção de determinados sentidos do texto, associação a aspectos mais ancorados na experiência concreta ou a sentidos mais abstratos, por exemplo), a questões discursivo-pragmáticas (alcance de determinados propósitos comunicativos, como criticar, julgar, ironizar, reivindicar, envolvendo o leitor, buscando-lhe a adesão a determinado ponto de vista). Além disso, verificamos que os usos desses elementos mórficos nos gêneros textuais da amostra analisada relacionavam-se à subjetividade do redator e a questões intersubjetivas, envolvendo escrevente e leitor, conforme Traugott e Dasher (2005). Por fim, contemplamos discussão acerca da abordagem de nosso objeto de estudo em aulas de Língua Portuguesa na Educação Básica.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20004
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
VanessaGuedesDeCarvalho_DISSERT.pdf912,8 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.