Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20031
Título: Avaliação de sistemas de lagoas de estabilização em série no Rio Grande do Norte
Autor(es): Lima, Wedina Rodrigues de
Palavras-chave: Lagoas de estabilização;Cianobactérias;Microcistina
Data do documento: 20-Fev-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, Wedina Rodrigues de. Avaliação de sistemas de lagoas de estabilização em série no Rio Grande do Norte. 2015. 54f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Sanitária) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Stabilization ponds are biological treatment systems in that stabilization of organic matter is performed by the bacterial oxidation and / or reduction of photosynthetic algae. This study aimed to monitor and evaluate the efficiency of stabilization ponds in the Rio Grande do Norte State. Collections were made of the treated effluent, made directly in the output boxes of facultative lagoons and maturation (M1 and M2) and raw sewage (EB) that arrived at the stations. The variables analyzed were: pH, temperature, dissolved oxygen, total suspended solids, chlorophyll "a", apparent color, total phosphorus, organic nitrogen, ammonia nitrogen, Kjeldahl nitrogen, turbidity, cyanobacteria density and concentrations of microcystin. Variance analysis (ANOVA one way) observing the premises using the Tukey test, so as to check differences between treatments. The evaluate the stations found to COD removals in the bands of 48,8% (Pipa) to 75,8% (Caiçara Rio do Vento) and 57,5% (Pipa) to 83,0% (Santo Antônio), respectively. The mean concentrations of cyanobacteria varied from LFs density of 62,545 cels.mL-1 (Pedro Velho Roça) cels.mL-1 to 2,669,048 (Ponta Negra), while the final effluent showed range between 9,072 Cels.mL- 1 (Pedro Velho Roça) to 1,899,981 cels.mL-1 (Macau – Ilha de Santana) and the average concentrations of microcystin the final effluent ranged from 0.02 μg.L-1 (Ponta Negra) to 0.15 μg.L-1 (Macau – Ilha de Santana) at the studied the stations.
metadata.dc.description.resumo: As lagoas de estabilização são sistemas de tratamento biológico que constituem alternativa vantajosa, ao possibilitarem elevada remoção de matéria orgânica e microrganismos patogênicos, além de sua operação e manutenção ser de forma simplificada e com baixo custo. A pesquisa foi realizada em sete sistemas de lagoas de estabilização em série, localizados no Estado do Rio Grande do Norte, compostos por uma lagoa facultativa (LF), seguida de duas lagoas de maturação (M1 e M2). Com o objetivo de monitorar e avaliar a eficiência das lagoas em série, bem como verificar a remoção de cianobactérias e microcistina no tratamento, foram realizadas coletas do efluente tratado diretamente nas caixas de saída das lagoas facultativas e maturações, bem como o esgoto bruto (EB) que chegava às estações. As variáveis analisadas foram: pH, temperatura, oxigênio dissolvido, sólidos suspensos totais, clorofila “a” , cor aparente, demanda bioquímica de oxigênio (DBO), demanda química de oxigênio (DQO), fósforo total, nitrogênio orgânico, nitrogênio amoniacal, nitrogênio total Kjeldahl, turbidez, densidade de cianobactérias e concentrações de microcistina. Foram realizadas análises de variância (ANOVA- análise de um fator), observando as premissas utilizando o teste de Tukey. Nos efluentes finais foram verificadas remoções de DBO de 48,8% (Pipa) a 75,8% (Caiçara do Rio do Vento) e DQO 57,5% (Pipa) a 83,0% (Santo Antônio), respectivamente. As concentrações médias da densidade de cianobactérias das LF variaram entre 62 x 103 cels.mL-1 (Pedro Velho Roça) a 2 x 106 cels.mL-1 (Ponta Negra), enquanto os efluentes finais apresentaram entre a faixa de 9 x 103 cels.mL-1 (Pedro Velho Roça) a 1,9 x 106 cels.mL-1 (Macau – Ilha de Santana). A concentração máxima do efluente final de microcistina foi 0,13 µg.L-1 (São Gonçalo). Em síntese, as estações de tratamento de esgoto avaliadas, apresentaram uma baixa eficiência na remoção da matéria orgânica e de nutrientes. Mas em contrapartida, na maioria das estações, foi verificado um bom desempenho referente à remoção da densidade de cianobactérias, bem como o baixo nível de concentrações de microcistina.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20031
Aparece nas coleções:PPGES - Mestrado em Engenharia Sanitária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
WedinaRodriguesDeLima_DISSERT.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.