Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20248
Title: Normalização de eletromiografia de superfície dos músculos respiratórios em sujeitos saudáveis: contração voluntária máxima máxima isométrica versus pressões respiratórias máximas
Authors: Azevedo, Ingrid Guerra
Keywords: Eletromiografia de superfície;Músculos respiratórios;Normalização
Issue Date: 21-Oct-2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: AZEVEDO, Ingrid Guerra. Normalização de eletromiografia de superfície dos músculos respiratórios em sujeitos saudáveis: contração voluntária máxima máxima isométrica versus pressões respiratórias máximas. 2014. 80f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: O objetivo deste estudo foi estabelecer um padr ã o de normalização da eletromiografia de superfície para os músculos respiratórios esternocleidom astoideo (ECOM), escaleno (ESC) e reto abdominal ( RA ) . Métodos : Foram avaliados sujeitos saudáveis em relação a dados antropométricos, espirometria e s EMG durante a execução de cinco manobras distintas : sniff teste, pressão inspiratória máxima (PImáx), pressão expiratória máxima (PEmáx) e c ontraç ã o Voluntária M á xima Isométrica (CVMI) dos músculos RA , ECOM e ESC. Para colocação dos eletrodos, a pele foi preparada com abrasão, seg uida de tricotomia, nas seguintes regiões para aquisição dos sinais de eletromiografia: (1) ECOM: terço inferior da distância entre o processo mastoide e a articulação esternoclavicular; (2) ESC: 5 cm para a direita a partir da articulação esternoclavicula r e, neste ponto, 2 cm para cima e (3 ) RA : ao nível da cicatriz umbilical, 4 centímetros à direita . Na análise das variáveis eletromiográficas, a normalidade dos dados foi avaliada pelo teste Shapiro - Wilk . Comparações entre as manobras inspiratórias estudadas foram realizadas por meio do teste de Friedman e para manobras expiratórias, teste de Mann Whitney . Ao dividir a amostra entre homens e mulheres, foi aplicado o teste de Mann - Whitney e Teste t de student de acordo com a normalidade dos dados . Re sultados : 35 sujeitos aceitaram participar do estudo, mas 5 foram excluídos ( IMC>25 kg/m² ) . A amostra foi composta por 30 sujeitos (1 5 mulheres), idade média 25,7 ± 6,42 anos , IMC 22,2 ± 1,73 kg/m² e índices espirométricos dentro dos limites considerados normais. A CVMI para os músculos ECOM, ESC e RA foi a que apresentou maior valor de RMS . Conclusão: A manobra de CVMI para ECOM, ESC e RA foi a que apresentou maiores valores de RMS . Quando comparamos a RMS das manobras estudadas entre os grupos, não houve diferença significativa entre eles.
Abstract: Aim : To evaluate and to standardize surface electromyography (sEMG) normalization procedures for respiratory muscles by comparing muscle activation during Maximal Voluntary Isometric Contraction (MVIC) and Maximal Respiratory Pressures (MIP, MEP and sniff test). Methods: Healthy subjects were evalua ted regarding demographics, spirometry and sEMG during the five maneuvers: sniff test, MIP , MEP and Maximal Voluntary Isometric C ontraction (MVIC) of RA, SCM and SC A . For electrode placement, skin was prepared with abrasion, followed by shaving in the foll owing regions for acquisition of el ectromyographic signals: (1) SC M: lower third of the distance between the mastoid process and t he sternoclavicular joint; (2) SC A : 5 cm to the right from the sternoclavicular joint and at this point, up to 2 cm; and (3 ) RA: the level of umbilicus, 4 cm to the right. In electromyographic variables analysis , the data normality was assessed by Shapiro - Wilk test. Comparisons among studied maneuvers were performed by Friedman Test and Dunn’s post - hoc for multiple comparisons a mong inspiratory maneuvers, and Mann Whitney test for expiratory maneuvers. Subgroups differences between genders were performed by Student's t test or Mann - Whitney test according to data normality. Results: 35 subjects participated in the study, b ut 5 we re excluded (BMI> 25 kg/ m²). Sample consisted of 30 subjects (1 5 women), mean age 27.3±7.43 years, BMI 22.2 ± 1.69 kg/m² and spirometric indices within normal limits. Specific MVIC for SCM, SCA and RA showed the highest RMS. When we grouped sample into gender we found no difference among RMS values for the studied SCM maneuvers, while for SCA, MVIC SCM / SCA was the one with the highest RMS and for RA, MVIC RA in men. Once considering women, MVIC SCM/SCA showed the highest RMS for SCM, SCA and MVIC RA showed t he highest value for RA. Conclusion: MVIC for SCM, SCA and RA muscles showed the highest RMS values. When comparing RMS between the studied groups, there was no significant difference between men and women.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20248
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IngridGuerraAzevedo_DISSERT.pdf1.99 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.