Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20643
Título: Desiguais perante a lei: da justiça dos ricos à injustiça dos pobres: um campo de atuação para a antropologia jurídica
Título(s) alternativo(s): Unequal before the law: from the rich ones’ justice to the poor ones’ injustice: a field of activity for judicial anthropology
Autor(es): Araújo, Francisco Augusto Cruz de
Melo, Juliana Gonçalves
Palavras-chave: Antropologia;Direito;Justiça
Data do documento: 2014
Citação: MELO, Juliana Gonçalves; ARAÚJO, Francisco Augusto Cruz de. Desiguais perante a lei: da justiça dos ricos à injustiça dos pobres - um campo de atuação para a antropologia jurídica. Vivência: Revista de Antropologia, Natal, v.1, n. 43, p. 161-170, 2014.
Resumo: Access to justice has been increasingly enshrined as a fundamental right to citizenship. At other times, law used to be a fi eld of activity exclusively for those in the judicial field. Nowadays, we find a significant number of transdisciplinary studies on the relationship between law and society, particularly in Brazil. This study aims to reflect on the contributions of Social Anthropology in the judicial field, while addressing law as a dimension of knowledge production and field of activity capable of promoting or, on the other hand, violating Human Rights. The focus of this study lies on the concepts of justice, democracy and citizenship constituted throughout Brazilian history, interpreted under an interpreted under an anthropological view and relevant for understanding the contemporary dynamics of the legal world.
metadata.dc.description.resumo: O acesso à justiça tem se consagrado cada vez mais enquanto um direito fundamental para o exercício da cidadania. Em outras épocas, o direito foi um campo de atuação refletido, exclusivamente, por indivíduos do campo jurídico. Atualmente, percebe-se um conjunto significativo de estudos transdisciplinares sobre as relações entre as leis e a sociedade, particularmente no Brasil. Este estudo busca refletir acerca das contribuições da Antropologia Social no campo jurídico, abordando o direito enquanto dimensão de produção de conhecimento e campo de poder capaz de promover ou, por outro lado, violar os Direitos Humanos. O foco deste estudo recai sobre as noções de justiça, democracia e cidadania constituídas ao longo da história brasileira, interpretadas sob o olhar antropológico e relevantes para a compreensão das dinâmicas contemporâneas do mundo jurídico.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20643
Aparece nas coleções:CCHLA - DANT - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Desigualdades perante a lei_2014.pdf120,08 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.