Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20705
Título: Orações relativas no português brasileiro em perspectiva histórica
Autor(es): Silva, Lígia Maria da
Palavras-chave: Estratégias de relativização;Linguística funcional;Motivações semântico-cognitivas e discursivo-pragmáticas;Tradições discursivas
Data do documento: 20-Nov-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Lígia Maria da. Orações relativas no português brasileiro em perspectiva histórica. 2015. 90f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: In this study, we focus on the relativization strategies, in diachronic corpus of Brazilian Portuguese (BP). Generally speaking, we aim to investigate the use of the relative in a historical perspective on BP, focusing on semantic-cognitive and discursive-pragmatic motivations involved and the correlation with the discursive traditions. The theoretical perspective underlying our study is the North-American Functional Linguistics, inspired by Talmy Givón, Sandra Thompson, Paul Hopper, Joan Bybee, Elizabeth Traugott, Mario Martelotta, Angelica Furtado da Cunha, among others, combined with contributions of Discursive Traditions, based on authors such as Kabatek, Koch and Oesterreicher. As for the methodology, our research is eminently qualitative, in the sense that it seeks to elucidate semantic-cognitive and discursive-pragmatic motivations related to the use of relativization strategies in BP; and it has quantitative support, with respect to measurable data aspect and characterization of the object of study and its frequency of use. For this investigation, we use the corpora of the project Para a História do Português Brasileiro (PHPB), more specifically, the particular, official, reader and redactor letters written between the eighteenth and twentieth centuries, from four states: Minas Gerais, Paraná, Pernambuco and Rio de Janeiro. The results of this research reveal the variation in relativization strategies, in view of the increase in the relativa cortadora (prepositional chopping strategy) percentage in the corpus of this investigation, even though the occurrence of this strategy is more restricted to private letters. In addition, we found factors of cognitive nature such as reduction in cognitive cost and economy related to the occurrence of that relative strategy, principally in private letters; aspects such as the need for expressiveness and clearness related to the use, even if infrequent, of the relativa copiadora (resumptive strategy), especially in official letters; and factors of communicative order such as the public sphere of circulation of the sample letters, as in the redactor and reader letters, and the gap between the parties most directly involved in the use of the standard relative of our sample.
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho, focalizamos as estratégias de relativização, em corpus diacrônico do Português Brasileiro (PB). Em linhas gerais, objetivamos investigar o uso das relativas em perspectiva histórica no PB, focalizando motivações cognitivas e interacionais implicadas e a correlação com as tradições discursivas. A perspectiva teórica que fundamenta o nosso estudo é a da Linguística Funcional de vertente norte-americana, inspirada em Talmy Givón, Sandra Thompson, Paul Hopper, Joan Bybee, Elizabeth Traugott, Mário Martelotta, Angélica Furtado da Cunha, entre outros, conjugada a contribuições das Tradições Discursivas, com base em autores como Kabatek, Koch e Oesterreicher. Quanto à metodologia, a nossa pesquisa é eminentemente qualitativa, no sentido de que busca elucidar motivações discursivo-pragmáticas e cognitivas relacionadas ao uso das estratégias de relativização no PB; e tem suporte quantitativo, no que se refere ao aspecto mensurável dos dados e caracterização do objeto de estudo e sua frequência de uso. Para esta investigação, utilizamo-nos dos corpora do projeto Para a História do Português Brasileiro (PHPB), de modo mais específico, das cartas particulares, oficiais, de leitor e de redator escritas entre os séculos XVIII e XX, de quatro estados: Minas Gerais, Paraná, Pernambuco e Rio de Janeiro. Os resultados desta pesquisa revelam a variação no domínio da relativização, tendo em vista o aumento do percentual de relativas cortadoras no corpus desta investigação, ainda que a ocorrência dessa estratégia esteja mais restrita às cartas particulares. Além disso, verificamos fatores de natureza cognitiva como redução do custo cognitivo e economia relacionados à ocorrência da relativa cortadora, principalmente, nas cartas particulares; aspectos como a necessidade de expressividade e clareza relacionados ao uso, mesmo que pouco frequente, da copiadora, principalmente nas cartas oficiais; e fatores de ordem comunicativa como a esfera pública de circulação de parte das cartas da amostra, como nas cartas de redator e do leitor, e o distanciamento entre os interlocutores implicados mais diretamente no uso das relativas padrão da nossa amostra.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20705
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LigiaMariaDaSilva_DISSERT.pdf936,43 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.