Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20743
Título: Avaliação da compactação do solo no crescimento inicial de espécies florestais da caatinga
Título(s) alternativo(s): Soil compaction assessing the initial growth of forest species of caatinga
Autor(es): Araújo, Luan Henrique Barbosa de
Palavras-chave: Densidade do solo;Manejo do solo;Sistema radicular
Data do documento: 15-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ARAÚJO, Luan Henrique Barbosa de. Avaliação da compactação do solo no crescimento inicial de espécies florestais da caatinga. 2015. 43f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Despite the importance of the study of roots, little is known about the negative effects of soil compaction in the development of the Caatinga forest species. In this sense, the objective was to evaluate the initial growth of Mimosa caesalpiniifolia, Tabebuia caraiba and Erythina velutina in soil under varying levels of compression. The experiment was conducted in a greenhouse located at the Academic Unit Specialized in Agricultural Sciences, UFRN. To perform the experiment, was used Oxisoil of sandy loam texture, from forest trial Area Agricultural School of Jundiaí (EAJ) of the municipality of Macaíba-RN, in an experimental unit consisting of three overlapping PVC rings, 10 cm in diameter and 25 cm in height, with a central ring which has undergone compression. The experimental design was a randomized block with six replications, being tested four levels of soil compaction (1.35; 1.45; 1.60 and 1.80 kg.dm-³), evaluating the following variables: diameter, height, number of leaves, dry weight of shoot and root system in each layer of the vessels. Overall, the species M. caesalpiniifolia, T. caraiba and E. velutina had initial growth favored by treatment consists of uncompressed soil. The M. caesalpiniifolia and T. caraiba species proved relatively resistant to compaction of the soil does not undergo any significant reduction in root growth density equal to or less than 1.60 kg.dm-³, whereas E. velutina proved susceptible effects of soil compaction, with significant changes in root growth under soil densities equal to or greater than 1.45 kg.dm-³. Increased soil compaction caused the impediment to the expansion of taproot inside the experimental units, promoting the accumulation of roots in the upper layers of the soil for the studied species. The subsoil physical impediment changed the initial aerial growth of M. caesalpiniifolia and E. velutina, but did not influence the growth of air T. caraiba seedlings the tested compression levels.
metadata.dc.description.resumo: Apesar da importância do estudo sobre raízes, pouco se sabe sobre os efeitos negativos da compactação do solo no desenvolvimento espécies florestais da Caatinga. Nesse sentido, objetivou-se avaliar o crescimento inicial de Mimosa caesalpiniifolia, Tabebuia caraiba e Erythina velutina, em solo submetido a variados níveis de compactação. O experimento foi conduzido em casa de vegetação localizada na Unidade Acadêmica Especializada em Ciências Agrárias da UFRN. Pra realização do experimento, foi utilizado Latossolo Amarelo de textura franco-arenosa, proveniente da área de experimentação florestal da Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) do município de Macaíba-RN, em unidade experimental composta por três anéis de PVC sobrepostos, de 10 cm de diâmetro e 25 cm de altura, sendo o anel central o que sofreu a compactação. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados, com seis repetições, sendo testados quatro níveis de compactação do solo (1,35; 1,45; 1,60 e 1,80 kg.dm-³), avaliando-se as seguintes variáveis: diâmetro, altura, número de folhas, massa seca da parte aérea e do sistema radicular em cada camada dos vasos. No geral, as espécies M. caesalpiniifolia, T. caraiba e E. velutina tiveram o crescimento inicial favorecido pelo tratamento composto por solo não compactado. As espécies M. caesalpiniifolia e T. caraiba se mostraram relativamente resistente a compactação do solo, não sofrendo nenhuma redução significativa no crescimento radicular a densidade igual ou inferiores a 1,60 kg.dm-³, enquanto, E. velutina se mostrou susceptível aos efeitos da compactação do solo, apresentando alterações significativas no crescimento radicular sob densidades de solo igual ou superiores a 1,45 kg.dm-³. O aumento da compactação do solo provocou o impedimento da expansão da raiz pivotante no interior das unidades experimentais, promovendo o acúmulo de raízes nas camadas superiores do solo para as espécies estudadas. O impedimento físico em subsuperfície alterou o crescimento aéreo inicial das espécies M. caesalpiniifolia e E. velutina, porém não influenciou o crescimento aéreo das mudas de T. caraiba aos níveis de compactação testados.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20743
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Florestais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LuanHenriqueBarbosaDeAraujo_DISSERT.pdf1,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.