Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20977
Título: A construção da identidade profissional de licenciados em Música da UFRN: um estudo de narrativas autobiográficas
Autor(es): Alves, Gislene de Araújo
Palavras-chave: Construção da identidade profissional;Dimensões formativas;Formação de professores de Música
Data do documento: 17-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALVES, Gislene de Araújo. A construção da identidade profissional de licenciados em Música da UFRN: um estudo de narrativas autobiográficas. 2015. 136f. Dissertação (Mestrado em Música) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Aims to understand the construction of the professional identity of undergraduate in Music UFRN, through the study of autobiographical sources of these subjects, checking their formative dimensions and their (re) meanings established throughout life stories. To do so, shows a brief presentation of the study and the main motivations of the author to do it; expresses the life story of the researcher and their training courses in music career; analyzes the historical overview of the route Search (Auto) biography as research and training approach (JOSSO, 2010; NÓVOA; FINGER, 2010; SOUZA, 2007; PASSEGGI; SILVA (2010b) and DELORY-MOMBERGER, 2012); It presents some reflections and discussions about the construction of identity, beyond the concepts and perceptions of the training and professional representations of this building (DUBAR, 2005); discusses the historical background regarding teacher training in Brazil and Music Education; describes the ways and methodological resources used for data collection and implementation of this research, namely, a reflective open questionnaire and autobiographical essays; It presents the life stories of the undergraduate students of the Music course and its educational and musical dimensions; Lastly, it presents a reflection about the paths taken. The results indicated that the autobiographical essays make it possible to understand the ways and social relations in the various identified training dimensions, in addition to realize that the family contexts and the first musical social contacts in informal settings, enable the licensees, an identification with the possible career lecturer in Music, as well as the main reasons for this choice. We conclude, therefore, that the experiences and musical experiences throughout life favor the construction of professional identity and that in the course of training, such experiences make ways to (re) define the musical experiences, as well as the (re) thinking their professional career.
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação teve por objetivo compreender a construção da identidade profissional dos licenciandos em música da UFRN, através do estudo das fontes autobiográficas destes sujeitos, verificando as suas dimensões formativas e as suas (re)significações constituídas ao longo de histórias de vida. Para uma melhor organização das discussões propostas para esta pesquisa, a estruturação das ideias deu-se em seis capítulos, acrescida das considerações finais: no primeiro capítulo, exprimi a minha história de vida e os meus percursos formativos na carreira musical; no segundo, analisei o panorama histórico sobre os percurso da Pesquisa (Auto)biográfica como abordagem de investigação e formação (JOSSO,2010; DOMINICÉ, 1992; NÒVOA, 2010; SOUZA, 2007; PASSEGGI, 2010 e DELORY-MOMBERGER, 2012); no terceiro, apresento algumas reflexões e discussões sobre a construção da identidade, além dos conceitos e percepções sobre a formação e as representações desta construção profissional. (DUBAR, 19997, 2005;); no quarto, discorro sobre o percurso histórico a respeito da formação de professores no Brasil e na Educação Musical como nossa revisão de literatura; no quinto, descrevo os caminhos e os recursos utilizados para concretização desta pesquisa; e, por fim, no sexto capítulo, apresento as histórias de vida dos estudantes de licenciatura do Curso de Música e as suas dimensões formativas e musicais. Em relação aos objetivos específicos desta pesquisa, todos estavam direcionados a analisar as fontes autobiográficas escritas dos licenciandos sobre a própria trajetória formativa, desde as primeiras experiências musicais, como a escolha do curso e a formação profissional dentro da licenciatura, bem como as atividades práticas formativas nos contextos informais e formais. Dessa forma, através da narrativa das histórias de vida dos estudantes universitários em Música, as dimensões formativas e as principais relações socioculturais que se tornaram processos contínuos de formação e de construção da identidade profissional são possíveis de serem conhecidas e trilhadas. Por meio desta investigação, é possível a compreensão de como os futuros professores de música passam a (re)significarem suas trajetórias de vida pessoal e profissional, trazendo à tona suas indagações, certezas e incertezas das experiências formativo-musicais dentro e fora do contexto acadêmico. Os resultados deste estudo apontaram que os ensaios autobiográficos possibilitam compreender os caminhos e as relações sociais nas diversas dimensões formativas identificadas, além de que também fez-nos perceber que os contextos familiares e os primeiros contatos sociais musicais, em contextos informais, possibilitam aos licenciandos, uma identificação com a possível carreira docente em música, assim como as principais motivações para essa escolha. Conclui-se, assim, que as experiências e vivências musicais ao longo da vida favorecem a construção da identidade profissional e que, no decorrer da formação, tais experiências tornam meios de (re)sign
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20977
Aparece nas coleções:PPGMUS - Metrado em Música

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GisleneDeAraujoAlves_DISSERT.pdf1,7 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.