Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21557
Título: O eclipse de existência: figurações da velhice em contos de Moreira Campos
Autor(es): Alexandre, Aurélia Bento
Palavras-chave: Moreira Campos;Representação;Velhice;Solidão
Data do documento: 21-Jul-2016
Citação: ALEXANDRE, Aurélia Bento. O eclipse de existência: figurações da velhice em contos de Moreira Campos. 2016. 114f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: This study analyzes the construction of the discourse on old age in Moreira Campos’ prose (1914- 1994). In order to achieve our goal, we chose the short stories: “As velhas”, “A antiga fada”, “Os fantasmas”, “O grande medo” e “Os pesados lagartos”, which are present at the book O puxador de terço (1969). In the narratives of Moreira Campos, older characters are represented as lonely people facing real battles, sometimes even with themselves, to keep a dialogue with the surrounding world whether is their family or the social environment and this analysis focuses on this aspect. Therefore, we propose to observe the way old age has gained a figurative character in literary narratives, particularly in Moreira Campos’ short story fiction, trying to notice what makes it singular and different when it comes to old people representation in modern literature. This research comprises the social context in which the books are placed, promoting a dialogue that shows how the social and historical life are set in the alluded short stories. Literatura e Sociedade (1967), by Candido, supports the discussion and establishment of the literary text relation with the social reality. Regarding the discussion that we bring about modernity, the ideas of Berman (2007), in Tudo que é sólido desmancha no ar, are extremely important. Old age discussions have as theoretical support the thought of Beauvoir (1990), Secco (1994) and Bosi (1994). The dissertation shows that the narratives analyzed, including old age in its historical and social dimension, highlight some exclusive procedures dispensed to old people in capitalist modern society: devaluation, abandonment and absence of projects to reintegrate the elderly to society making them feel useful.
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa analisa a construção do discurso sobre a velhice na prosa de Moreira Campos (1914- 1994). Para isso, elegemos os contos: “Os pesados lagartos”, “As velhas”, “O grande medo” e “Os fantasmas” inseridos na obra O puxador de terço (1969). Nas narrativas de Moreira Campos, as personagens idosas encontram-se representadas como pessoas solitárias que travam verdadeira batalha, às vezes, com elas próprias, para manter-se em diálogo com o mundo circundante, seja o familiar, seja o social, e é sobre esse aspecto que esta análise se detém. Dessa forma, propomo-nos observar como a velhice ganhou e vem ganhando figuratividade nas narrativas literárias, em particular na ficção contística de Moreira Campos, procurando perceber o que há de singular e de diferente com a representação do velho na literatura da modernidade. O trabalho compreende o contexto social no qual a obra se insere, promovendo diálogos entre ambos a fim de evidenciar de que forma a vida social e histórica se configura nos contos aludidos. Para discutir e estabelecer relações do texto literário com a realidade social, buscamos apoio no método de estudo de Candido (1967), presente no livro Literatura e sociedade. No que concerne à discussão acerca da modernidade manifesta neste estudo, contamos com a contribuição de Berman (2007), inserida em Tudo que é sólido desmancha no ar. As discussões sobre velhice têm como aporte teórico o pensamento de Beauvoir (1990), Secco (1994) e Bosi (1994). A dissertação demonstrou que as narrativas analisadas, compreendendo a velhice em sua dimensão histórica e social, põem em destaque alguns procedimentos excludentes dispensados aos velhos na sociedade moderna capitalista: desvalorização, abandono e ausência de projetos que reintegre os idosos à sociedade, fazendo-os sentirem-se úteis.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21557
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AureliaBentoAlexandre_DISSERT.pdf986,39 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.