Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23733
Título: Educação permanente em imunizações de crianças: nova abordagem na graduação e nos serviços de saúde
Autor(es): Santos, Aramis Costa
Palavras-chave: Educação permanente;Metodologia ativa;Imunizações na infância;Atraso vacinal
Data do documento: 22-Jun-2017
Citação: SANTOS, Aramis Costa. Educação permanente em imunizações de crianças: nova abordagem na graduação e nos serviços de saúde. 2017. 77f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: Nowadays, even with the 24-hour mass media / information available, reinforcing the importance of vaccination being updated for the prevention of infectious morbidities, the delay of vaccines in the child population is a common fact in all social strata due to the myths Popular and the erroneous adverse effects, often reinforced by the health professionals involved. In view of this, the objective of this project was to develop a permanent education program in immunization of the child for the health professionals of Primary Care of the 4th Regional Public Health Unit of Rio Grande do Norte and to improve the teaching of this subject in the graduation of Medicine of the School Multicampi of Medical Sciences of UFRN (EMCM). Based on the bibliography pertinent to the theme, the mini-course was structured and the booklet and the teaching manual were made. After giving the course, an instrument was applied to evaluate the degree of satisfaction of the participants regarding the mini-course in relation to self-evaluation. Using the Likert scale, the means and standard deviations of the responses of 13 participants were calculated and then categorized into: Bad (≤ 2), Regular (between 2 and 4) and Good (≥ 4). The results show that there was a positive perception of the target students about their participation, suggesting that the format of the mini-course satisfactorily favored permanent education under the theme of immunization Child.
metadata.dc.description.resumo: Nos dias atuais, mesmo com os meios massivos de comunicação/informação 24 horas disponíveis reforçando a importância de a vacinação estar atualizada para prevenção de morbidades infecciosas, o atraso de vacinas na população infantil é um fato comum em todos os estratos sociais, decorrente dos mitos populares e dos errôneos efeitos adversos, muitas vezes reforçados pelos profissionais de saúde envolvidos. Diante disso, o objetivo deste projeto foi desenvolver um programa de educação permanente em imunização da criança para os profissionais da saúde da Atenção Básica da 4ª Unidade Regional de Saúde Pública do Rio Grande do Norte e aperfeiçoar o ensino desta temática na graduação de Medicina da Escola Multicampi de Ciências Médicas da UFRN (EMCM). Com base na bibliografia pertinente à temática, foi estruturado o minicurso e confeccionados a cartilha e o manual docente. Após ministrar o curso, foi aplicado um instrumento para avaliar o grau de satisfação dos participantes quanto ao minicurso no que tange à auto avaliação. Utilizando a escala Likert, foram calculadas as médias e desvios padrões das respostas de 13 participantes e, posteriormente, categorizadas em: Ruim (≤ 2), Regular (entre 2 e 4) e Bom (≥ 4). Todas as respostas apresentaram médias superiores a 4,0 pontos, consequentemente categorizados como Bom. Os resultados mostram que houve uma percepção positiva dos estudantes alvo à respeito de sua participação, sugerindo que o formato do Minicurso favoreceu satisfatoriamente à educação permanente sob a temática de imunização infantil.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23733
Aparece nas coleções:MPEENSA - Mestrado Profissional em Ensino na Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AramisCostaSantos_DISSERT.pdf1,42 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.