Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24320
Título: Conhecimentos e práticas de manipuladores de restaurantes populares e sua relação com a segurança dos alimentos
Autor(es): Souza, Camila Valdejane Silva de
Palavras-chave: Boas práticas de alimentação;Restaurantes;Manipulador de alimentos;Inocuidade dos alimentos;Alimentação coletiva
Data do documento: 24-Ago-2017
Citação: SOUZA, Camila Valdejane Silva de. Conhecimentos e práticas de manipuladores de restaurantes populares e sua relação com a segurança dos alimentos. 2017. 114f. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: The Restaurant Popular Program aims to offer appropriate meals concerning nutritional and hygienic-sanitary conditions with lower prices for population groups that live in an unsafety situation. Food handlers have such an important role through meals production because they can be a vector of food poisoning. That is why it is essential to investigate aspects related to food handlers’ formation and their hygienic practices. This study evaluated knowledge, self-reported and observed practices of food handlers concerning food safety at Restaurant Popular in Rio Grande do Norte State, Brazil. We applied a questionnaire with all food handlers from 10 selected unities from different towns, which sums 70 food handlers. This questionnaire registered levels food handlers knowledge and self-reported practices. Food safety practices were registered by the researchers themselves through a checklist. Besides, we evaluated hygienic-sanitary conditions of facilities we visited. Food handlers knowledge about food safety reached a percentage of 72.64%. Self-reported practices presented a mean of 80.71%. It was observed that food handlers knowledge presented significant positive correlation (p<0.05) with the self-reported practices. However, there was no correlation among their practices and other variants. There was no association between socio-demographic data and knowledge and self-reported practices variables. Average overall of hygienic-sanitary conditions reached 68.08% and this amount classifies those unities as regular. The hygienic-sanitary conditions no correlated positively with the food handlers knowledge and self-reported practices. The inappropriate conditions we noticed at those unities related, specially, to facilities and documentation and registers, and these aspects are not under food handlers’ responsibilities. They should be under responsibility of technical manager at each unity. Results suggest an importance to elucidate issues that influence food handlers’ behavior as a guarantee of a safe meal production e and the need to sensitize unit managers to comply with good practices.
metadata.dc.description.resumo: O programa Restaurante Popular visa fornecer uma alimentação adequada do ponto de vista nutricional e higiênico-sanitário, a preços acessíveis, para um público que se encontra em insegurança alimentar. O manipulador de alimentos tem um papel importante na produção de refeições, podendo ser um veículo de contaminação dos alimentos, sendo imprescindível investigar aspectos relacionados à formação e às práticas de higiene dos mesmos. Este estudo buscou avaliar o conhecimento, práticas autorreferidas e observadas referentes à segurança dos alimentos de manipuladores de Restaurantes Populares localizados no Rio Grande do Norte. Foi aplicado um questionário com os manipuladores de 10 restaurantes selecionados em diferentes municípios, totalizando 70 manipuladores. O questionário foi utilizado para avaliar o conhecimento e as práticas autorreferidas dos manipuladores. As práticas observadas foram registradas pelas próprias pesquisadoras com auxílio de uma lista de verificação. Foram avaliadas também, as condições higiênico-sanitárias das unidades visitadas. O conhecimento dos manipuladores acerca da segurança dos alimentos alcançou um percentual de 72,64%. As práticas autorreferidas apresentaram média de acerto de 80,71%. Observou-se que o conhecimento dos manipuladores apresentou correlação positiva significativa (p<0,05) com as práticas autorreferidas pelos mesmos. No entanto, a prática observada não apresentou correlação com as demais variáveis. Não houve associação entre os dados sócio demográficos e as variáveis conhecimento e práticas autorreferidas. A média geral de adequação das condições higiênico-sanitárias foi de 68,08%, classificando as unidades como regulares. As condições higiênico-sanitárias não se correlacionaram positivamente com o conhecimento e a práticas autorreferidas dos manipuladores. As inadequações observadas nos restaurantes dizem respeito principalmente à “estrutura física” e “documentação e registro”, critérios que independem dos manipuladores, estando relacionadas à gestão e responsabilidade técnica das unidades. Os achados sugerem a importância de elucidar questões que influenciam o comportamento dos manipuladores para garantia da segurança na produção dos alimentos, e apontam para a necessidade de sensibilização dos gestores das unidades para cumprimento das boas práticas.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24320
Aparece nas coleções:PPGNUT - Mestrado em Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CamilaValdejaneSilvaDeSouza_DISSERT.pdf1,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.