Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25723
Título: Nanoencapsulação do inibidor de tripsina isolado de sementes de Tamarindus Indica (L.) em quitosana e proteína do leite isolada: caracterização de partículas, estudo da eficiência e estabilidade da atividade antitríptica
Autor(es): Queiroz, Jaluza Luana Carvalho de
Palavras-chave: Tamarindo;Inibidor de proteases;Nanotecnologia
Data do documento: 11-Mai-2018
Referência: QUEIROZ, Jaluza Luana Carvalho de. Nanoencapsulação do inibidor de tripsina isolado de sementes de Tamarindus Indica (L.) em quitosana e proteína do leite isolada: caracterização de partículas, estudo da eficiência e estabilidade da atividade antitríptica. 2018. 67f. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: Proven trials of trypsin inhibitors of tamarind (Tamarindus indica L.) (ITT) seeds present the saciometogenic and anti-inflammatory action in an experimental model. Based on the following, and to increase the efficiency and stability of the antitríptic activity, the present study investigated the effect and the conjugate of the chitosan and the isolated protein of the milk in the incorporation of ITT. The inhibitor was extracted from tamarind seeds and by means of affinity chromatography on Trypsin-Sepharose. For encapsulation, the nanoprecipitation technique in organic solution, the encapsulating agents for chitosan, the isolated milk protein and the combination between them, respectively, in ITT: encapsulating agent ratios of 1: 4, 1: 4 and 1: 2: 2 w / w. The fat consumption during the life cycle was characterized by the reduction of the oxygen production capacity, around 50% (IC50) and, at different temperatures (40, 60, 80 and 100 ° C) and pH (2, 3, 6, 8). Regarding the efficiency of incorporation, it is not able to discriminate between as formulations evaluated (p> 0.05). As the microplates of the encapsulations were driven by fractionated particles, with the exception of the chitosan base, they were not observed without spherical effect and, with the replica of depressions. As spectroscopies provide indicative of the encapsulation of ITT with the three materials studied wall. The diffractograms showed that all encapsulations were structured as amorphous. Encapsulation with the isolated chitosan protein and the combination of wall materials promoted a reduction in IC50, although, being equal to 0.18 mg, 0.04 mg and 0.05 mg, compared to 0.21 mg of ITT , which has been shown to be inhibitor action, which is not an antitryptotic activity. Regarding stability, only as a basis for the combination of chitosan and milk protein already preserved and antitryptotic activity of the inhibitor up to 80 ° C and in all evaluated pHs (as well as EQ). Thus, it can be concluded that a combination of encapsulating agents was an extremely important strategy to enhance a tamarind's travel inhibitor function and stability.
Resumo: Estudos comprovam que o inibidor de tripsina isolado de sementes de tamarindo (Tamarindus indica L.) (ITT) apresenta ação sacietogênica e antiinflamatória em modelo experimental. Com base nisso e visando aumentar a eficiência e estabilidade da atividade antitríptica, o presente estudo investigou o efeito da quitosana purificada e da conjugação desta com a proteína do soro do leite isolada na incorporação de ITT. O inibidor foi extraído das sementes de tamarindo e isolado por meio de cromatografia de afinidade em Tripsina-Sepharose. Para o encapsulamento, foi utilizada a técnica de nanoprecipitação em solvente orgânico, e os agentes encapsulantes avaliados foram quitosana, proteína do leite isolada e combinação entre ambos, respectivamente, nas proporções ITT: agente encapsulante de: 1:4, 1:4 e 1:2:2 p/p. As partículas obtidas foram avaliadas quanto à eficiência de incorporação, caracterizadas por diferentes métodos físico-químicos, determinação da quantidade (mg) de inibidor que reduz a atividade da tripsina em 50% (IC50) e, estabilidade em diferentes temperaturas (40, 60, 80 e 100°C) e pH (2, 3, 6, 8). Com relação à eficiência de incorporação, não houve diferença estatística entre as formulações avaliadas (p>0,05). As micrografias dos encapsulados mostrou a formação de partículas esféricas e com superfície lisa, com exceção daquele à base de quitosana, no qual foram observadas partículas sem formato esférico e, com superfícies repletas de depressões. As espectroscopias forneceram indicativo do encapsulamento do ITT com os três materiais de parede estudados. Os difratogramas apontaram que todos os encapsulados apresentaram estrutura amorfa. A encapsulação com proteína do leite isolada, quitosana e a combinação de materiais de parede promoveram uma redução na IC50, respectivamente, sendo iguais a 0.18 mg, 0.04 mg e 0.05 mg, em comparação com 0.21 mg de ITT, o que foi comprovado ser ação do inibidor considerando que os materiais de parede não apresentaram atividade antitriptica. Em relação à estabilidade, apenas as partículas à base da combinação quitosana e proteína do leite isolada preservaram a atividade antitriptica do inibidor até 80°C e, em todos os pHs avaliados (assim como o EQ). Assim, pode-se concluir que a combinação de agentes encapsulantes foi uma estratégia de extrema importância para aprimorar a função e estabilidade do inibidor de tripsina do tamarindo.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25723
Aparece nas coleções:PPGNUT - Mestrado em Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JaluzaLuanaCarvalhoDeQueiroz_DISSERT.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.