Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26190
Title: Avaliação dos Pontos Quânticos de Óxido de Zinco (PQs ZnO) na mortalidade de imaturos de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae)
Authors: Silva, Márjore Lorena de Melo
Keywords: Aedes aegypti;Pontos quânticos;Óxido de zinco
Issue Date: 26-Mar-2018
Citation: SILVA, Márjore Lorena de Melo. Avaliação dos Pontos Quânticos de Óxido de Zinco (PQs ZnO) na mortalidade de imaturos de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae). 2018. 44f. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: A espécie Aedes aegypti é a que tem maior importância médica no Brasil, pode transmitir os vírus da dengue, febre amarela urbana, zika, chinkungunya e outros arbovírus. Os inseticidas ainda figuram como importante ferramenta nos programas de controle do mosquito, porém a estratégia encontra-se ameaçada pelo desenvolvimento de populações resistentes aos organofosforados e piretróides. A ciência busca novas técnicas para enfrentar esta causa, como a obtenção e manipulação de materiais da nanotecnologia, que vem sendo amplamente difundida devido às propriedades e características não existentes em nenhum outro produto em escalas superiores. Nos últimos anos, os pontos quânticos de óxido de zinco (PQs ZnO) receberam muita atenção, desempenhando um papel importante em vários domínios tecnológicos, como entrega de drogas, bioimagem, sensor para detecção química e biológica, alto poder bactericida e viricida, e aplicações na otimização do diagnóstico de câncer. O objetivo desta pesquisa foi verificar o uso dos PQs ZnO na mortalidade de imaturos de Aedes aegypti. As propriedades morfológicas e estruturais das amostras foram caracterizadas através de Espalhamento de Luz Dinâmico (DLS), Microscópica Eletrônica de Varredura por Emissão de Campo de Alta Resolução (MEV/FEG), Difratometria de Raios – X (DRX) e Microscopia Eletrônica de Transmissão (MET). No bioensaio realizado com larvas de A. aegypti sob diferentes concentrações de PQs ZnO, as concentrações 7 e 14 mg/mL tiveram, respectivamente, 15% e 60% de mortalidade sobre as larvas, enquanto 22 e 29 mg/mL alcançaram 100% de mortalidade. Com DL50 e DL90, respectivamente, 12,3 mg/mL e 17mg/mL. Em outro bioensaio, com 14 e 29 mg/mL, observou-se que tanto na ausência como na presença de luz ultravioleta (UV) houve mortalidade, destacando 29 mg/mL com 100% de mortalidade sobre as larvas, indicando que a presença de luz UV influência (p<0.01) na mortalidade das larvas. O PQ ZnO mostrou-se ser eficaz no controle do mosquito em concentrações acima de 3 mg/mL, no entanto, são necessários mais testes para o entendimento de sua ação nas larvas de A. aegypti.
Abstract: The specie Aedes aegypti is the greatest medical importance in Brazil, can transmit the dengue virus, urban yellow fever, zika, chinkungunya and others arboviruses. Insecticides still appear as an important tool in mosquito control programs, but the strategy is threatened by the development of populations resistant to organophosphates and pyrethroids. Science seeks new techniques to address this cause, such as obtaining and manipulating materials from nanotechnology, which has been widely diffused due to properties and characteristics that do not exist in any other product at higher scales. In recent years, zinc oxide quantum dots (ZnO QDs) have received a lot of attention, playing an important role in various technological domains such as drug delivery, bioimaging, sensor for chemical and biological detection, they have a high bactericidal and virucidal action, and optimize cancer diagnoses. The objective of this research was to verify the use of ZnO QDs in the mortality of immature Aedes aegypti. The morphological and structural properties were characterized by Dynamic Light Scattering (DLS), Field Scanning Electron Microscopy High Resolution (MEV / FEG), X - ray Diffraction (XRD) and Transmission Electron Microscopy (MET). In the bioassay performed with A. aegypti larvae under different concentrations of ZnO QDs, concentrations 7 and 14 mg/mL had 15% and 60% mortality on larvae, respectively, while 22 and 29 mg/mL reached 100% of larvae. mortality. With DL50 and DL90, respectively, 12.3 mg/mL and 17 mg/mL. In another bioassay, with 14 and 29 mg/mL, it was observed that in both absence and presence of ultraviolet light (UV) there was mortality, highlighting 29 mg/mL with 100% mortality on larvae, indicating that the presence of UV light influence (p <0.01) on larval mortality. ZnO QDs has been shown to be effective in mosquito control at concentrations above 3 mg/mL, however, further testing is required to understand its action on A. aegypti larvae.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26190
Appears in Collections:PPGBP - Mestrado em Biologia Parasitária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliaçãopontosquânticos_Silva_2018.pdf1,4 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.