Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26340
Título: Melhoria da qualidade do protocolo sepse pediátrico em um hospital terciário do Ceará
Autor(es): Cavalcante, Ana Egliny Sabino
Palavras-chave: Sepse;Pediatria;Assistência à saúde;Qualidade do cuidado de saúde
Data do documento: 18-Jul-2018
Referência: CAVALCANTE, Ana Egliny Sabino. Melhoria da qualidade do protocolo sepse pediátrico em um hospital terciário do Ceará. 2018. 57f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: Introduccion: Sepsis is characterized as a systemic response to an infectious disease whether it is caused by bacteria, viruses, fungi or protozoa, manifesting as different clinical stages of the same pathophysiological process. It is currently, in Brazil, the leading cause of death in Intensive Care Units (ICUs) and one of the leading causes of late hospital mortality, surpassing myocardium infarction and cancer. This health problem also reflects the reality of the hospital in study, corresponding to the primary cause of mortality of admitted patients, especially in the pediatric services. Objective: To improve the application and effectiveness of the sepsis protocol in the pediatric axis in a tertiary hospital in Ceará. Methodology: Based on a quality improvement cycle, a study quasi-experimental design developed, before and after, without a control group, following the SQUIRE guidelines. The research was carried out in the pediatric axis of a tertiary hospital in the interior of the state of Ceará between 2017 and 2018. Quality criteria was defined according to evidence for the adequate management of sepsis. The interventions were planned and implemented in a participatory manner with the objective of improving adherence to the quality criteria evaluated. After the interventions, the criteria were reassessed in order to measure their effects and identify the improvement opportunities that could guide the continuity of local actions. We calculated the point estimate of the criteria in each evaluation, the absolute and relative improvement after the intervention and the statistical significance of the improvement with unilateral Z hypothesis test. The ethical precepts of resolution 510/16. Results: Eight quality criteria related to the pediatric sepsis protocol were evaluated and compliance levels in the first evaluation ranged from 56.9% to 97.1%. After the interventions, the criteria oscillated from 62.8% to 93.8%. There was improvement in 6 evaluated criteria and a reduction in compliance of 2 criteria that were more than 90% compliant in the initial evaluation. Conclusions: The quality criteria based on scientific evidence and the results obtained by assessing their level of compliance before and after the intervention demonstrated that the internal quality improvement cycle was useful to ensure a better quality of the pediatric sepsis protocol through systematic procedures and safe care.
Resumo: Introdução: A sepse é caracterizada como uma resposta sistêmica a uma doença infecciosa seja ela causada por bactérias, vírus, fungos ou protozoários, manifestando-se como diferentes estágios clínicos de um mesmo processo fisiopatológico. Atualmente, no Brasil, é a principal causa de morte nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e uma das principais causas de mortalidade hospitalar tardia, superando o infarto do miocárdio e o câncer. Este problema de saúde reflete, também, a realidade do hospital em estudo, correspondendo à causa primordial de mortalidade dos usuários hospitalizados, especialmente nos serviços de pediatria. Objetivo: Melhorar a aplicação e efetividade do protocolo sepse no eixo pediátrico em um hospital terciário do Ceará. Metodologia: Com base em um ciclo de melhoria da qualidade, desenvolveu-se um estudo quaseexperimental antes-depois, sem grupo controle, seguindo as diretrizes do SQUIRE. A pesquisa foi realizada no eixo pediátrico de um hospital terciário do interior do estado do Ceará, entre os anos de 2017 e 2018. Definiram-se critérios de qualidade baseados em evidências para o manejo adequado da sepse. As intervenções foram planejadas e implementadas de forma participativa com o objetivo de melhorar a adesão aos critérios de qualidade avaliados. Após as intervenções, os critérios foram reavaliados a fim de mensurar os efeitos das mesmas e identificar as oportunidades de melhoria que pudessem orientar a continuidade das ações locais. Calculou-se a estimativa pontual dos critérios em cada avaliação, a melhoria absoluta e relativa depois da intervenção e a significância estatística da melhoria com teste de hipótese Z unilateral. Preservaram-se os preceitos éticos da resolução 510/16. Resultados: Avaliou-se 8 critérios de qualidade relacionados ao protocolo sepse pediátrico e os níveis de cumprimento na primeira avaliação variaram entre 56,9% e 97,1%. Após as intervenções, a conformidade dos critérios oscilou entre 62,8% e 93,8%. Evidenciou-se melhoria em 6 critérios avaliados e uma redução na conformidade de 2 critérios que estavam com um cumprimento superior a 90% na avaliação inicial. Conclusões: Os critérios de qualidade baseados em evidências científicas e os resultados obtidos pela avaliação do seu nível de conformidade, antes e depois da intervenção, demonstrou que o ciclo de melhoria da qualidade interno foi útil para garantir uma melhor qualidade do protocolo sepse pediátrico, através de procedimentos sistemáticos e assistência segura.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26340
Aparece nas coleções:QUALISAÚDE - Mestrado Profissional Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnaEglinySabinoCavalcante_DISSERT.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.