Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27813
Title: Análise da postura, movimento e força muscular da coluna vertebral em indivíduos assintomáticos com e sem discinese escapular
Authors: Nascimento, Ruthe de Góes Xavier do
Keywords: Escápula;Flexibilidade;Ombro;Tronco;Cervical
Issue Date: 29-Apr-2019
Citation: NASCIMENTO, Ruthe de Góes Xavier do. Análise da postura, movimento e força muscular da coluna vertebral em indivíduos assintomáticos com e sem discinese escapular. 2019. 64f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Introdução: Aspectos posturais e demais variáveis biomecânicas da coluna apresentam relação com a dinâmica escapular. No entanto, essas relações não são claras em indivíduos sem queixas de dor nos ombros ou coluna. Objetivo: Avaliar a postura, flexibilidade muscular, amplitude de movimento e força da musculatura da coluna cervical e toracolombar em indivíduos assintomáticos com e sem discinese escapular. Métodos: 52 indivíduos foram divididos em dois grupos: sem discinese escapular (idade 22,95±2,86) e com discinese escapular (idade 22,06±2,73). Foram avaliadas a discinese escapular por meio do Scapular Dyskinesis Test, a postura do quadrante superior do corpo através da biofotogrametria, o comprimento do peitoral menor e elevador da escápula com uma fita métrica, as amplitudes de movimento de flexão, extensão, flexão lateral das colunas cervical e toracolombar e rotação da coluna cervical foram avaliadas com um inclinômetro digital, e a força máxima dos músculos flexores, extensores e flexores laterais cervicais e toracolombar com um dinamômetro manual. Para todas as variáveis, a comparação entre os grupos foi utilizada por meio da análise de variância (ANOVA one way), considerando p≤0,05. Resultados: Não foi observada diferença (p>0,05) entre os grupos para nenhuma das variáveis. Conclusão: Os aspectos de postura, mobilidade e força muscular da coluna vertebral não se diferem entre em indivíduos com ou sem discinese escapular.
Abstract: Introduction: Postural aspects and other variables of the spine are related to the scapula dynamics. However, the relationships are not clear in individuals without complaints of pain in the shoulder or spine. Objective: to evaluate the flexibility, muscle flexibility, range of motion and strength of the cervical and thoracolumbar spine musculature in asymptomatic individuals with and without scapular dyskinesis. Methods: Fifty-two individuals were divided into two groups: scapular free (age 22.95 ± 2.86) and scapular dyskinesis (age 22.06 ± 2.73). A scapular dyskinesis was evaluated through the Scapular Dyskinesis Test, a posture of the upper quadrant of the body through biophotogrammetry, such as flexion, extension, lateral flexion of the cervical and thoracolumbar spine and cervical spine rotation were evaluated with a digital inclinometer, and maximal strength of the flexor, extensor and lateral flexor cervical and thoracolumbar muscles with a manual dynamometer. For all variables, a comparison between the groups was used through analysis of variance (ANOVA one way), considering p≤0.05. Results: There was no difference (p> 0.05) between the groups for any of the variables. Conclusion: The aspects of posture, mobility and muscular strength of the spine do not differ between individuals with or without scapular dyskinesis.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27813
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Análiseposturamovimento_Nascimento_2019.pdf1,88 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.