Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/29989
Title: Avaliação do neurodesenvolvimento em prematuros submetidos ao método canguru - um estudo de coorte
Authors: Sampaio, Sabrinne Suelen Santos
Keywords: Desenvolvimento infantil;Recém-nascido prematuro;Método Canguru
Issue Date: 27-Feb-2020
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SAMPAIO, Sabrinne Suelen Santos. Avaliação do neurodesenvolvimento em prematuros submetidos ao método canguru - um estudo de coorte. 2020. 64f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2020.
Portuguese Abstract: Introdução: A implementação do Método Canguru (MC) tem sido recomendada em diversos países, como estratégia para minimizar os riscos de alterações neuromotoras em recém nascidos prematuros (RNPT). No entanto, pouco se sabe a influência do MC sobre o desenvolvimento destes bebês. Objetivo: Acompanhar a trajetória do desenvolvimento motor de bebês prematuros submetidos ao MC e identificar sua evolução motora durante os primeiros 4 meses de vida. Metodologia: Trata-se de um Estudo de Coorte realizado na Maternidade Escola Januário Cicco. Participaram do acompanhamento 22 RNPT, com idade gestacional menor de 37 semanas e peso abaixo de 2500g. Os bebês foram submetidos a 4 avaliações (Av1 a Av4). As 3 primeiras foram realizadas nas 3 fases do MC e a quarta, no ambulatório de seguimento. Os movimentos generalizados (MG) dos bebês foram avaliados nas três etapas do MC e no seguimento; o desenvolvimento motor foi avaliado na segunda e terceira etapas do MC e no seguimento, por meio do Test Infant Motor Performance (TIMP). Para análise estatística, atribuiu-se o nível de significância de 5% e intervalo de confiança de 95% para todas as análises. A análise descritiva foi apresentada em média e desvio padrão (DP). A normalidade das variáveis do estudo foi verificada através do teste Shapiro Wilk. Para comparar as médias entre os grupos foi usado o Mann-Whitney e para as variáveis categóricas foi utilizado o teste exato de Fisher. Resultados: A análise dos MG mostrou melhora gradual do repertório motor. A amostra foi composta por 22 bebês, com idade gestacional de nascimento média de 32 (± 1,51) semanas e tempo médio de internação de 34,65 (±14,09) dias. A avaliação dos MG mostrou redução de repertório alterado ao longo das avaliações sendo 86,3% na Av1 para 13,6%, na Av4. No TIMP, a alteração no desempenho motor foi de 63,6% na Av2 para 13,6% na Av4. A análise dos fatores clínicos mostrou que estão associados ao desenvolvimento atípico o número de consultas pré-natais (p=0,02), sexo (p=0,04), o apgar 1º minuto (p < 0,001), dias de O2 (p < 0,001), dias de fototerapia (p < 0,001) ,idade gestacional e peso de admissão na enfermaria (p < 0,001) e (p=0,04), respectivamente. Conclusão: Bebês submetidos ao MC apresentaram melhora gradual dos movimentos generalizados e repertório motor com o aumento da idade. Ressalta-se a importância da investigação precoce do neurodesenvolvimento ainda em ambiente hospitalar e isso pode ser associado ao método canguru o qual se torna elemento chave no empoderamento e engajamento familiar, tornando o ambiente hospitalar e domiciliar enriquecido com potencial para promover e mudar o padrão do desenvolvimento motor.
Abstract: Introduction: The implementation of the Kangaroo Method (KM) has been recommended in several countries, as a strategy to minimize the risks of neuromotor disorders in premature newborns (PTNB). However, little is known about the influence of MC on the development of these babies. Objective: Follow the motor development trajectory of PTNBs submitted to KMC and identify their motor evolution in the first 4 months of life. Methodology: This is a cohort study conducted at the Maternidade Escola Januário Cicco. Twenty-two PTNB, with gestational age less than 37 weeks and weight below 2500g, participated in the follow-up. The babies were submitted to 4 evaluations (Av1 to Av4). The first 3 were performed in the 3 phases of the MC and the fourth in the outpatient clinic. The generalized movements (GM) of the babies were evaluated in the three stages of the KM and in the segment; motor development was assessed in the second and third stages of the KM and in the follow-up, through the Test Infant Motor Performance (TIMP). For statistical analysis, a significance level of 5% and a 95% confidence interval were assigned to all analyzes. Descriptive analysis was presented as mean and standard deviation (SD). The normality of the study variables was verified using the Shapiro Wilk test. To compare means between groups, the Mann-Whitney was used and for categorical variables, the Chi-square test was used. Results: The GM analysis showed a gradual improvement in the motor repertoire. The sample was composed of 22 babies, with gestational age at birth of 32 (32) weeks and average hospitalization time of 34.65 (29) days. Generalized movements showed a decrease in repertoire over the course of evaluations, from 86.3% in Ev1 to 13.6% in Ev4. In the TIMP, motor performance declined from 63.6% in Ev2 to 13.6% in Ev4.The analysis of clinical factors showed that they are associated with atypical development. number of prenatal consultations (p = 0.02), sex (p = 0.04), 1st minute apgar (p = 0.00), O2 days (p = 0.00), phototherapy days ( p = 0.00), gestational age and weight of admission to the ward (p = 0.00) and (p = 0.04), respectively. Conclusion: Babies submitted to KM showed a gradual improvement in generalized movements and motor repertoire with increasing age. The importance of early investigation of neurodevelopment in the hospital environment is emphasized and this can be associated with the kangaroo method which becomes a key element in family empowerment and engagement, making the hospital and home environment enriched with the potential to promote and change the standard of care motor development.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/29989
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliacaoneurodesenvolvimento_Sampaio_2020.pdf2.29 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.