Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/47322
Title: Associações entre disrupturas de ritmicidade circadiana e doenças neurodegenerativas.
Authors: Silveira Junior, George Siqueira da
Advisor: Cavalcante, Jeferson de Souza
Keywords: Ritmos circadianos, Doença de Parkinson, Doença de Alzheimer, Doença de Huntington, Cronoterapia.;Circadian rhythms, Parkinson's disease, Alzheimer's disease, Huntington's disease, Chronotherapy.
Issue Date: 23-Apr-2021
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SILVEIRA JUNIOR, George Siqueira. Associações entre disrupturas de ritmicidade circadiana e doenças neurodegenerativas.2021.32f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) – Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal,2021
Portuguese Abstract: Ritmos circadianos são oscilações endógenas com um período de aproximadamente 24 horas, essas oscilações são manifestadas por todos os seres vivos. Os ritmos circadianos estão relacionados com muitos processos biológicos como, temperatura corporal, ciclo de excreção hormonal, regulação do ciclo celular, alimentação e comportamento de atividade e repouso, o núcleo supraquiasmático é considerado o marca-passo principal em mamíferos e seus mecanismos moleculares são autossustentáveis cíclico, em loop de feedback negativo e positivo, formados por CLOCK e BMAL1 que ativam a transcrição dos genes Cry e Per. PER e CRY para inibir a transcrição que é mediada por CLOCK e BMAL1. Rupturas neste sistema podem então causar efeitos negativos sobre muitas funções do organismo como, prejudicar a qualidade do sono, performance cognitiva, saúde mental, metabolismo e a vigília, funções essas que também sofrem efeitos de doenças neurodegenerativas como a doença de Parkinson, doença de Alzheimer e a doença de Huntington, em que diversas áreas do cérebro são afetadas inclusive os núcleos envolvidos com o sistema de temporização circadiana. Entre as relações relatadas nesta revisão, na doença de Alzheimer estão, a fragmentação do sono, aumento da vigília e acúmulo de β-amilóide e outros, na doença de Parkinson, distúrbios do sono como insônia, sono diurno excessivo e relações entre a dopamina e a retina como em a produção de melanopsina, na doença de Huntington ocorrem distúrbios comportamentais do sono REM, desregulação em relógios periféricos e outros. Terapias como o uso de melatonina e terapias de luz têm se mostrado positivas e funcionais para intervenções circadianas em doenças neurodegenerativas; mais estudos longitudinais são necessários para melhor compreender a relação entre doenças neurodegenerativas e distúrbios circadianos.
Abstract: Circadian rhythms are endogenous oscillations with a period of approximately 24 hours, these oscillations are manifested by all living beings. Circadian rhythms are related to many biological processes such as body temperature, hormonal excretion cycle, cell cycle regulation, feeding and rest and activity behavior, the suprachiasmatic nucleus is considered the main pacemaker in mammals and its molecular mechanisms are self-sustaining. cyclic, in a negative and positive feedback loop, formed by CLOCK and BMAL1 that activate the transcription of the Cry and Per genes. PER and CRY to inhibit the transcription that is mediated by CLOCK and BMAL1. Disruptions in this system can then have negative effects on many functions of the organism, such as, impair sleep quality, cognitive performance, mental health, metabolism and wakefulness, functions that also suffer from the effects of neurodegenerative diseases such as Parkinson's disease, Alzheimer's disease and Huntington's disease, in which different areas of the brain are affected, including the nuclei involved with the circadian timing system. Among the relationships reported in this review in Alzheimer's disease there are sleep fragmentation, increased wakefulness and accumulation of β-amyloid and others, in Parkinson's disease, sleep disorders such as insomnia, excessive daytime sleep and the relationship between dopamine and the retina as in the production of melanopsin, in Huntington's disease there are behavioral disorders of REM sleep, dysregulation in peripheral clocks and others. Therapies such as the use of melatonin and light therapies have shown to be positive and functional for circadian interventions in neurodegenerative diseases, more longitudinal studies are needed to better understand the relationship between neurodegenerative diseases and circadian disruptions.
URI: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/47322
Other Identifiers: 20160135536
Appears in Collections:CB - TCC - Ciências Biológicas (bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AssociaçõesEntreDisrupturas_SilveiraJunior_2021.docx.pdfAssociaçõesEntreDisrupturas_SilveiraJunior_20211,36 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons