Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/1/11791
Title: O ambientalismo econômico no discurso da reciclagem dos materiais
Authors: FIGUEIREDO, Fábio Fonseca
Keywords: Residuos Solidos;Reciclagem;Ambientalismo econômico
Issue Date: 2013
Publisher: Revista Lampejo
Citation: FIGUEIREDO, Fábio Fonseca. O ambientalismo econômico no discurso da reciclagem dos materiais. Revista Lampejo. Fortaleza - CE, v. 1, n.3, p.60-66, 2013. ISSN 2238-5274. Disponível em <http://revistalampejo.org/edicoes/edicao-3/artigos/Artigo06_Fabio_Fonseca_60_a_66.pdf>. Acesso em: 26 mar. 2014.
Abstract: O modelo civilizatório da sociedade global fundamenta-se na produção à larga escala e no aumento exponencial e diversificado do consumo. Este modelo impacta o meio ambiente já que demanda grandes quantidades de recursos naturais e provoca contaminação ambiental. No leque desta contaminação, a geração de resíduos sólidos surge como uma das principais devido a seus efeitos nocivos serem sentidos de forma imediata pelas pessoas. Em países como o Brasil, uma das soluções requeridas para se minimizar e/ou equacionar a problemática engendrada pelos resíduos sólidos é a reciclagem dos materiais. A justificativa oficial pelo esforço à reciclagem está nas características da atividade já que o uso de materiais reciclados reduz a demanda por recursos naturais em processos produtivos industriais, aumenta o tempo de vida útil dos aterros sanitários (local de destino final dos resíduos), além de gerar emprego e renda para os catadores, sujeitos que sobrevivem da coleta e separação dos materiais recicláveis. A partir de uma ética ambiental, a pergunta que deve ser feita quando nos propomos a analisar as implicações da geração dos resíduos é: por que a sociedade global gera resíduos sólidos de maneira acentuada? Contudo, à luz dos pressupostos mercadológicos do capitalismo, a pergunta que move as discussões acerca da problemática dos resíduos sólidos é: o que fazer com a crescente geração de resíduos sólidos? O presente artigo se propõe a uma reflexão dos elementos justificativos dessa ode à reciclagem. Em nossa perspectiva, a reciclagem fomenta ao que denominamos de ambientalismo econômico, no qual o discurso pró-reciclagem se apropria dos elementos e potencialidades ambientais da atividade da reciclagem para justificar as ações de caráter econômico no que se refere ao que fazer com os resíduos gerados diariamente.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/1/11791
ISSN: 22385274
Appears in Collections:CCHLA - DPP - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Fabio Fonseca Figueiredo - Revista Apoena.pdf141,91 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.