Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/1/6258
Título: Efeitos do fator de crescimento de fibroblasto Básico (FCFß) na cicatrização de anastomoses do esôfago
Título(s) alternativo(s): Effects of fibroblast growth factor-beta (FCFß) on esofhageal anastomosis healing
Autor(es): Aldo da Cunha, Medeiros
Mota, Henrique José da
Dantas Filho, Antonio Medeiros
Macedo, Lidiane Maria de Brito
Melo, Nara Medeiros Cunha de
Palavras-chave: Cicatrização de feridas;Fator 2 do crescimento do fibroblasto;Colágeno;Esôfago;Anastomose cirurgica
Data do documento: 2004
Citação: MEDEIROS, A. C.; Henrique José da Mota; Tertuliano Aires Neto; DANTAS FILHO, A. M.; MACEDO, Lidiane Maria de Brito; MELO, Nara Medeiros Cunha de . Efeitos do fator de crescimento de fibroblasto básico (FCFb) na cicatrizaçào de anastomoses do esôfago. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 31, p. 21-26, 2004. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912004000100005> Acesso em: 05 set. 2013
Resumo: Os fatores de crescimento são substâncias moduladoras do processo de cicatrização. O fator de crescimento de fibroblastos básico (FCFß) liberado pelas plaquetas, macrófagos e pelos próprios fibroblastos, estimulam a proliferação celular, a produção de colágeno e de outros elementos da matriz celular, favorecendo o processo da cicatrização, mesmo em situações adversas, como diabetes e uso de corticosteróides. O presente estudo objetivou determinar a influência do FCFb no processo de cicatrização de anastomoses esofageanas em modelo de experimentação animal, avaliando-se a resistência à pressão,formação de tecido de granulação e deposição de colágeno. Método: Foram estudados dois grupos A e B,ambos com 10 ratos de linhagem Wistar, separados de forma aleatória, todos submetidos à secção e anastomose do esôfago por via abdominal. Nos animais do grupo A, foi feita aplicação tópica na linha de sutura de 10ng de FCFb. No grupo B (controle) foi aplicado igual volume de solução salina. Os animais foram sacrificados no 7º dia, o esôfago ressecado para teste de resistência da anastomose, estudo qualitativo do aporte de células inflamatórias, da angiogênese e quantificação do colágeno na zona da anastomose, através de sistema digital. Resultados: A densidade média dos parâmetros histológicos do grupo A foi 9095,51±1284,5, maior que no grupo B, que teve densidade 7162,4±1273,19 (p=0,013). A resistência da anastomose do grupo A teve a média 210±18,88 mmHg, significativamente maior que no grupo B, que atingiu o valor 157±29,55 mmHg (p=0,0024). Conclusão: Este estudo concluiu que o FCFß atuou melhorando a cicatrização e aumentando significativamente a resistência de anastomoses do esôfago realizadas em ratos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/1/6258
ISSN: 0100-6991
Aparece nas coleções:CCS - DCIRUR - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Efeitos do fator_v31n1a04_AntonioMDF.pdf1,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons