Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/1/6280
Título: Achados fundoscópicos em crianças portadoras de anemia falciforme no estado do Rio Grande do Norte
Título(s) alternativo(s): Fundoscopic findings in children with sickle cell hemoglobinopathy in Rio Grande do Norte state
Autor(es): Garcia, Carlos Alexandre de Amorim
Fernandes, Maria Zélia
Uchôa, Uchoandro Bezerra Costa
Cavalcante, Bruno de Morais
Uchôa, Raquel Araújo Costa
Palavras-chave: Anemia falciforme-diagnóstico;Hemoglobinopatias;Fundo de olho;Doença da hemoglobina C- diagnóstico;Doença da hemoglobina SC-diagnóstico;Doenças retinianas;Criança
Data do documento: 2002
Citação: GARCIA, C. A. A. ; FERNANDES, Maria Zélia ; UCHÔA, Uchoandro Bezerra Costa ; CAVALCANTE, Bruno de Morais ; UCHÔA, Raquel Araújo Costa . Achados fundoscópicos em crianças portadoras de anemia falciforme no Estado do Rio Grande do Norte. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia , São Paulo - Brasil, v. 65, n.06, p. 615-618, 2002
Resumo: Detectar os principais achados fundoscópicos em crianças portadoras de hemoglobinopatias falciformes. Métodos: Foram estudados 26 pacientes com hemoglobinopatias falciformes, no Serviço de Oftalmologia do Hospital Universitário Onofre Lopes, Natal, RN, que foram submetidos a protocolo de pesquisa pré-estabelecido. Os resultados foram avaliados estatisticamente pelo teste qui-quadrado. Resultados: A idade média foi de 10,6 anos, com acuidade visual igual ou melhor que 20/25 na maioria, excetuando-se 3 olhos, que apresentavam outras doenças associadas. O tipo mais freqüente foi o SS com 57,7% (15/26) dos casos, seguido pelos SC e SA com 15,4% (4/26) cada, e pelo S-Thal com 11,5% (3/26). A freqüência da retinopatia por células falciformes foi maior após os 10 anos de idade, sendo mais freqüente, em valores relativos, no tipo S-Thal (100% dos casos) e, em valores absolutos, no tipo SS (9 casos). Os dois achados mais comuns foram tortuosidade venosa (12/26) e “black sunburst” (7/26). Conclusões: Observamos que a incidência de retinopatia por células falciformes aumentou após os 10 anos de idade e não evidenciamos achados da doença proliferativa. Portanto, enfatizamos a necessidade do exame oftalmológico precoce nos portadores de anemia falciforme, como forma de prevenir futuras complicações oculares
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/1/6280
ISSN: 0004-2749
Aparece nas coleções:CCS - DCIRUR - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarlosAAG_Achados fundoscópicos_13810.pdf156,67 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons