Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12398
Título: De gata borralheira a Cinderela :nova espacialidade decorrente do desenvolvimento turístico, diferenciada pelo estilo de vida em Ponta Negra, Natal, RN
Autor(es): Neverovsky, Catarina
Palavras-chave: Urbanização;Ponta Negra (RN);Processo de desenvolvimento turístico;Globalização;Turismo;Reestruturação sócioeconômica;Investimentos públicos;Urbanization;Ponta Negra Beach (RN);Process of tourist development;Globalization;Tourism;Public investiments
Data do documento: 10-Jun-2005
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: NEVEROVSKY, Catarina. De gata borralheira a Cinderela :nova espacialidade decorrente do desenvolvimento turístico, diferenciada pelo estilo de vida em Ponta Negra, Natal, RN. 2005. 188 f. Dissertação (Mestrado em Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2005.
Resumo: The transformations economical, social and politics in you finish them decades of the century XX brought changes that didn't just limit to the production system. The flexible accumulation took many workers lost her/it their workstations and they look for her/it new survival forms, migrating for administrative activities, of services rendered and for the tourist activity of small and medium load. The State has been investing in the implantation of plans of tourist development in order to create favorable conditions for the reproduction of the tourist activity in Brazil, mainly in the Northeast. A space when it starts to present a predominant economical activity suffers a restructuring in their social and economical relationships. The restructuring of these relationships takes to the construction of a new espacialidade. In the city of Christmas, in Rio Grande do Norte, the neighborhood of Black Tip is the most representative of the public investments for the tourist development. After intense process of tourist urbanization, Black Tip passed interfering in the global context consolidating as the tourist locus in the city. The tourist urbanization of the neighborhood took to the transformation of the space in merchandise that is sold and consumed as such. The recreation of fragments of other cultures brought by social actors, resulting from migratory processes stimulated by the tourist development, it has been presenting ruled social relationships in the informational technology, consumption of global goods and in the fragmentation of the urban space characterized by the internationalization and cosmopolitização. That process has been masking the inequalities partners and cultural as well as the territorial appropriation for an economical elite. The spaces are being appropriate for investors of the tourist section, private investors, agents and real estate producers, where the inequality is not just economical, but also cultural. The local population, mainly of the urban fraction of the Town of Black Tip, it doesn't participate of the productive process in function of the little or any professional qualification and he/she doesn't also have access to the consumption process. To the native ones it remains the fight for the preservation of his/her cultural identity and for the survival
metadata.dc.description.resumo: As transformações econômicas, sociais e políticas nas ultimas décadas do século XX trouxeram mudanças que não se restringiram apenas ao sistema de produção. A acumulação flexível levou muitos trabalhadores a perderam seus postos de trabalho e a buscarem novas formas de sobrevivência, migrando para atividades administrativas, de prestação de serviços e para a atividade turística de pequeno e médio porte. O Estado tem investido na implantação de planos de desenvolvimento turístico a fim de criar condições favoráveis para a reprodução da atividade turística no Brasil, principalmente no Nordeste. Um espaço quando passa a apresentar uma atividade econômica predominante sofre uma reestruturação em suas relações sociais e econômicas. A reestruturação destas relações leva à construção de uma nova espacialidade. Na cidade do Natal, no Rio Grande do Norte, o bairro de Ponta Negra é o mais representativo dos investimentos públicos para o desenvolvimento turístico. Após intenso processo de urbanização turística, Ponta Negra passou a se inserir no contexto global se consolidando como o lócus turístico na cidade. A urbanização turística do bairro levou à transformação do espaço em mercadoria, que é vendida e consumida como tal. A recriação de fragmentos de outras culturas trazidas por atores sociais, resultante de processos migratórios estimulados pelo desenvolvimento turístico, tem apresentado relações sociais pautadas na tecnologia informacional, consumo de mercadorias globais e na fragmentação do espaço urbano caracterizada pela internacionalização e cosmopolitização. Esse processo tem mascarado as desigualdades sócias e culturais assim como a apropriação territorial por uma elite econômica. Os espaços estão sendo apropriados por investidores do setor turístico, investidores privados, agentes e produtores imobiliários, onde a desigualdade não é apenas econômica, mas também cultural. A população local, principalmente da fração urbana da Vila de Ponta Negra, não participa do processo produtivo em função da pouca ou nenhuma qualificação profissional e também não tem acesso ao processo de consumo. Aos nativos resta a luta pela preservação de sua identidade cultural e pela sobrevivência
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12398
Aparece nas coleções:PPGAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CatarinaN.pdf2,49 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.