Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/12583
Título: Fucana ativa via das Map quinases e inibe a proliferação de células de ovário de hamster chinês (CHO)
Autor(es): Nobre, Leonardo Thiago Duarte Barreto
Palavras-chave: Polissacarídeos Sulfatados;Fucoidan;Câncer;Efeito Citostático;ERK;Sulfated Polysaccharides;Fucoidan;Cancer;Cytostatic effect;ERK
Data do documento: 8-Jul-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: NOBRE, Leonardo Thiago Duarte Barreto. Fucana ativa via das Map quinases e inibe a proliferação de células de ovário de hamster chinês (CHO). 2011. 159 f. Dissertação (Mestrado em Bioquímica; Biologia Molecular) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: Fucan is a term used to denominate L-fucose rich sulfated polysaccharides. The fucans have been studied due their pharmacological activities like antithrombotic, antiproliferative and antioxidant. We have extracted three fucan fractions from the brown seaweed Spatoglossum schröederi. These fucans were denominated Fuc B 1, Fuc B 1.5 and Fuc B 2. The chemical analyzes show that the fucans have very similar composition as demonstrated by agarose electrophoresis gel, sugar and sulfate content. The antiproliferative effect was determined by MTT and BrdU methodologies in CHO cells. The inhibition of proliferation effect of the three fractions was about 40%. Therefore this we proceed just with the Fuc B 2 due the higher yield. There is no apoptosis indication using the anexin V/propidium iodide test. We found a cell cycle phase G1 arrest. The western blotting show that the PKC; pFAK; pERK 1/2 are activated when the cells were treated with fucans. The treatement with inhibitor of MAPK PD98059 extinguished the fucan effect. These results indicates that fucan act by the ERK pathway inducing the cell death.
metadata.dc.description.resumo: Fucana é um termo utilizado para denominar polissacarídeos sulfatados ricos em L-Fucose. As fucanas têm sido estudadas devido suas atividades farmacológicas: antitrombótica, antiproliferativa e antioxidante. Nós extraímos três frações de fucanas da alga Spatoglossum schröederi. Essas fucanas, denominadas de Fuc B 1, Fuc B 1.5 e Fuc B 2, apresentam uma composição muito similar como demonstrado pela eletroforese em gel de agarose, e conteúdo de açúcar e sulfato. O efeito antiproliferativo foi determinado pelas metodologias de MTT e BrdU em células CHO. O efeito na inibição da proliferação das três frações foi de cerca de 40%. Assim, procedemos somente com a Fuc B 2 devido seu maior rendimento. Não houve indicação de apoptose usando a marcação com anexina V-FITC/ Iodeto de Propídeo. Identificamos uma parada na fase G1 do ciclo celular. Os ensaios de western blotting mostraram que PKC, pFAK e pERK 1/2 são ativadas quando as células são tratadas com Fuc B. O tratamento com o inibidor de MAPK PD98059 aboliu o efeito da fucana. Esses efeitos indicam que a fucana age via ERK para inibir a proliferação das células.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/12583
Aparece nas coleções:PPGB - Mestrado em Bioquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LeonardoTDBN_DISSERT_parcial.pdf1,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir
LeonardoTDBN_DISSERT_retido.pdf2,23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.