Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13096
Título: Variação temporal da riqueza de táxons, abundância e biomassa de artrópodes em ambiente de restinga do Rio Grande do Norte, Brasil
Autor(es): Marques, Márdyla de Sousa
Palavras-chave: Artrópodes. Abundância. Biomassa. Restinga;Arthropods. Abundance. Biomass. Restinga
Data do documento: 26-Mar-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MARQUES, Márdyla de Sousa. Variação temporal da riqueza de táxons, abundância e biomassa de artrópodes em ambiente de restinga do Rio Grande do Norte, Brasil. 2013. 53 f. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade; Biologia Estrutural e Funcional.) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: Arthropods are abundant organisms possess great wealth and diversity representing about 82% of all known animal species. Contribute as a source of biomass and their abundance is an indicator of ecological change. The aim of this study was to evaluate the biomass and abundance found in the salt marsh environment throughout the year and relate them to the climatic factors (temperature, precipitation and relative humidity) that can influence the abundance and biomass of arthropods. The study was conducted at the Centro de Lançamento de Foguetes Barreira do Inferno, city of Parnamirim, Rio Grande do Norte, in the period February 2011 to January 2012, using pitfall traps, stationary window and beating tray. Among the 26 orders found, the most abundant were: Hymenoptera, Orthoptera, Araneae. Taxa Hymenoptera, Blattodea and Orthoptera showed higher biomass volume. Climatic factors did not influence the fall of Arthropods in the traps, however, the lowest abundance during the rainy season the action of raindrops, reduced the activity of these arthropods on vegetation, reducing its capture in traps (pitfall traps and stationary window ) and method of collection(entomological umbrella)
metadata.dc.description.resumo: Os Artrópodes são organismos abundantes, possuem grande riqueza e diversidade, representando cerca de 82% de todas as espécies de animais conhecidas. Contribuem como fonte de biomassa, além de sua abundância ser um indicador de alterações ecológicas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a biomassa e abundância encontrada no ambiente de restinga ao longo do ano, além de relacioná-los com os fatores climáticos (temperatura, precipitação e umidade relativa do ar) que podem influenciar na abundância e biomassa dos Artrópodes. O estudo foi realizado no Centro de Lançamento de Foguetes Barreira do Inferno, município de Parnamirim, Rio Grande do Norte, no período de Fevereiro de 2011 a Janeiro de 2012, com utilização de armadilhas de queda, janela estacionária e guarda-chuva entomológico. Entre as 26 ordens encontradas, as mais abundantes foram: Hymenoptera, Orthoptera, Araneae. Os táxons Hymenoptera, Blattodea e Orthoptera apresentaram maior volume de biomassa. Os fatores climáticos não influenciaram na queda de Artrópodes nas armadilhas, no entanto, a menor abundância durante o período chuvoso a ação das gotas de chuva, reduziu a atividade desses artrópodes na vegetação, reduzindo a sua captura nas armadilhas (armadilhas de queda e Janela estacionária) e método de coleta (Guarda chuva entomológico)
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13096
Aparece nas coleções:PPGCB - Mestrado em Ciências Biológicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MardylaSM_DISSERT.pdf2,18 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.