Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13130
Título: Hiperidrose compensatória após simpatectomia toracoscópica: características, incidência e influência na satisfação do paciente
Autor(es): Araújo, Carlos Alberto Almeida de
Palavras-chave: Hiperidrose;Sudorese compensatória;Sudorese reflexa;Simpaticotomia;Toracoscopia;Sympathicotomy;Compensatory sweating;Reflex sweating;Hyperhidrosis;Thoracoscopy
Data do documento: 29-Set-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ARAÚJO, Carlos Alberto Almeida de. Hiperidrose compensatória após simpatectomia toracoscópica: características, incidência e influência na satisfação do paciente. 2008. 56 f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: Hyperhidrosis is an idiopathic condition characterized by excessive sweating. Symptoms generally begin in childhood or early adolescence, and rarely improve with age. The excessive localized sweating generally occurs either spontaneously, or in association with stressful or emotionally charged situations. This prospective study aimed to investigate predictive factors for compensatory hyperhidrosis after thoracoscopic sympathicotomy. From 2000 to 2002, 80 patients (53 female and 27 male) underwent hyperhidrosis surgery. The patients, ranging from 12 to 56 years old, were studied and followed-up for 42.51 ±5.98 months. A satisfaction grading using a visual analogue scale -VAS (0 = not at all satisfied, and 10 = fully satisfied) was used. The surgical procedure was performed bilaterally on the second ganglion (T2) for facial hyperhidrosis, on the third and fourth ganglia (T3 and T4) for axillary hyperhidrosis, and on the third ganglion (T3) for palmar hyperhidrosis. The results showed that, 68 patients (85%) presented with compensatory sweating (CS), which was classified as mild (33.8%), moderate (33.8%) and severe (32.4%). Considering the final surgical results, 70 patients (87.5%) were satisfied with the outcome of the operation, while 10 patients (12.5%) were dissatisfied. Degrees of satisfaction varied according to sex, age, BMI and extent of denervation. Moreover, the compensatory hyperhidrosis was more severe in abdomen and back than in legs. In conclusion, although CS is a frequent adverse effect of sympathicotomy, the degree of patient satisfaction was high. Some factors were related to the occurrence and severity of CS and the most adequate patients to be submitted to this operation are young adult women whose BMI is less than 24.9
metadata.dc.description.resumo: A hiperidrose primária localizada é um distúrbio que atinge em algumas regiões até 4,6% da população. Caracteriza-se por uma transpiração em excesso, que vai além da necessidade de perda de calor corporal. Manifesta-se mais frequentemente nas mãos, face, axilas e pés. Identifica de forma negativa o paciente no seu âmbito familiar, profissional e psicológico, levando a uma queda na sua qualidade de vida. As pessoas acometidas limitam seu tempo despendido no ambiente do trabalho, em atividades sociais e recreativas, decorrente ao constrangimento. Muitas delas passam a ser reclusas e a ter problemas de convívio social, que pode culminar em fobia social. A simpatectomia torácica é uma forma eficaz no tratamento da hiperidrose localizada. O trabalho visou investigar fatores preditivos para a hiperidrose compensatória após a simpaticotomia torácica videoendoscópica. Quanto à metodologia, entre os anos de 2000 e 2002, 80 pacientes (53 mulheres e 27 homens) foram operados de hiperidrose e acompanhados durante 42,51 ± 5,98 meses, com idade variando de 12 a 56 anos. A satisfação destes pacientes quanto aos resultados do procedimento foi aferida por meio de uma escala de avaliação. O procedimento foi executado bilateralmente no gânglio T2 para a hiperidrose facial, nos gânglios T3 e T4 para a hiperidrose axilar, e no gânglio T3 para a hiperidrose palmar. De acordo com os dados obtidos, 68 pacientes (85%) apresentaram hiperidrose compensatória, que foi classificada como leve (33,85), moderada (33,8) e severa (32,4%). Quanto aos resultados da cirurgia, na avaliação dos pacientes, 70 deles (87,5%) se consideraram satisfeitos, enquanto 10 pacientes (12,5%) disseram estar insatisfeitos. O grau de satisfação variou de acordo com o sexo, a idade, o IMC e a extensão da operação. A hiperidrose compensatória foi mais intensa no abdome e dorso, comparando-se com as pernas. Em conclusão, embora a hiperidrose compensatória seja um efeito adverso freqüente após a simpaticotomia, o grau de satisfação dos pacientes foi elevado. Alguns fatores foram relacionados à ocorrência e à severidade deste problema. Pacientes mais adequados para essa operação devem ser mulheres adultas jovens com IMC inferior a 24,9. O caráter multidisciplinar desse estudo fica atestado pela interação de profissionais de áreas diversas como a epidemiologia, cirurgia geral, cirurgia experimental e cirurgia torácica
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13130
Aparece nas coleções:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarlosAAA.pdf150,39 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.