Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13436
Título: Projeto Prevenir: uma pesquisa acerca das mudanças no perfil das infecções por DST/AIDS, com a perspectiva de detectar pontos vulneráveis da prevenção
Autor(es): Rocha, Luciana Vilar de Sales
Palavras-chave: Turismo sexual;DST;Citologia;Vulnerabilidade;Tourism sexual;STD;Cytology;Vulnerability
Data do documento: 20-Nov-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ROCHA, Luciana Vilar de Sales. Projeto Prevenir: uma pesquisa acerca das mudanças no perfil das infecções por DST/AIDS, com a perspectiva de detectar pontos vulneráveis da prevenção. 2007. 94 f. Dissertação (Mestrado em Bioanálises e Medicamentos) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: Rio Grande do Norte is among the Brazilian States where the tourism and sexual violence increasingly grow in the country, occupying 4th place in 2004. Associated to this fact, it comes the problematic one of the contamination of the women by Sexually Transmitted Disease (STD). Studies in Brazil have presented a considerable increase of the STDs, caused through lack of suitable protection in the sexual relationships. Due to the biological and psychosocial vulnerability, besides failures or inconsistencies in the condom use associated to the raised taxes of sexual activity with different partners, the STDs constitute the main risk of health. Many difficulties are found by the confrontation of this problem. In this context, this project had as aim to evaluate the vulnerability of this population of sexually active women in Natal-RN Ponta Negra neighbourhood to the infections by STDs, such as, Candida sp., Vaginoses Bacterial, Trichomonas Vaginalis and Chlamydia sp., arisen with the explosion of the sex market, showing a current statistical panorama. It was possible to detect vulnerable points in prevention through patient anamnesis, where the study it showed: high number of partners (8,3% with more than five), low age of first relationship and not the use of condoms (31,8% sometimes use and 45,8% had not used in the first relationship). Already consolidated by the preventive cytopathologic examination, these data were strengthened by high incidence of causing agents of STDs (58,6%). In this way, it is clear that the sexuality must to be thought on the context of the deep economic and socio-cultural transformations in which pass societies, and mainly the ones concerning to the sexuality exercise and to the sex market. With the profile change of the infections, new demands are placed in relation to the risk factors. Therefore, it can be concluded that the prevention vulnerable points detected as more important had been the deficiency in self-perception and wareness of the risk existence among the studied women
metadata.dc.description.resumo: O Rio Grande do Norte está entre os Estados brasileiros onde o turismo e a violência sexual mais crescem no País, ocupando o 4º lugar em 2004. Associado a este fato, vem a problemática da contaminação das mulheres por Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Estudos no Brasil têm apresentado um aumento considerável das DST, desencadeado pela falta de proteção adequada nas relações sexuais. Em decorrência da vulnerabilidade biológica, psicossocial, além de falhas ou inconstância no uso de preservativos associadas às elevadas taxas de atividade sexual com diferentes parceiros, as DST constituem o principal risco de saúde. Muitas dificuldades são encontradas para o enfrentamento deste problema. Neste contexto, este projeto teve como objetivo avaliar a vulnerabilidade desta população de mulheres sexualmente ativas no bairro de Ponta Negra, Natal/RN, às infecções por DST, como: Candida sp., vaginoses bacterianas, Trichomonas vaginalis e Chlamydia sp., advindas com a explosão do mercado do sexo, mostrando um panorama estatístico atual. Por meio de anamnese das pacientes foi possível detectar pontos vulneráveis na prevenção, onde o estudo mostrou que a maior parte das mulheres apresentou: número elevado de parceiros (8,3% com mais de cinco), baixa idade das primeiras relações e o não uso de preservativos (31,8% utilizam às vezes e 45,8% não utilizaram na primeira relação). Já confirmados pelo exame citopatológico estes dados foram reforçados pela alta incidência de agentes causadores de DST (58,6%). Desta forma, fica claro que a sexualidade tem que ser pensada no contexto das profundas transformações econômicas e sócio-culturais pelas quais passam as sociedades e, principalmente, as que dizem respeito ao exercício da sexualidade e ao mercado do sexo. Com a mudança do perfil das infecções, novas demandas são colocadas em relação aos fatores de risco. Portanto, pode-se concluir que os pontos vulneráveis da prevenção detectados como mais importantes foram a deficiência na autopercepção e a falta de conscientização da existência do risco entre as mulheres estudadas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13436
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Farmacêuticas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LucianaVSR_DISSERT.pdf684,75 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia
LucianaVSR_DISSERT_PARCIAL.pdf106 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.